Daniel Farinha

31 de maio de 2008

Vai ter certificado de horas?

betocoke

31 de maio de 2008

Depois de dois dias acordado direto, comendo apenas sucrilhos sem leite, trabalhando feito um turco em ferragem pra fazer a porra do wordpress de um cliente para de dar bug, você ainda encara dar um curso de softcore?

Haja paciência, hein tio.

Helder Júnior

31 de maio de 2008

Sempre saquei que essa história de sorvete de creme ia dar nisso. Quer coisa mais soft que sorvete de creme? Hard é sorvete de açai…

Nando Viana

31 de maio de 2008

Um Softcore é quando a mina passa o filme todo só mostrando um peitinho, e no final quando tu acha que ela vai dar, ela pega e mostra os dois peitos e aparece FIM na tela.

Lembrei do programa COQUETEL do SBT.

atoshman

1 de junho de 2008

Softcore bom, mas bom MESMO (ou seja, filme ruim), sempre termina com um MINDFUCK desgraçado. Tipo, o heroi morre, ou ele mesmo é o assassino, a assassina gostosa morre mas leva o filho do casal junto, coisas do tipo que se tivesse em filme sério, galere tode ia chamar de “inovador”.

atoshman

1 de junho de 2008

E, claro, os já citados dois peitinhos que antecedem o FIM.

Bernardo Zirpoli

2 de junho de 2008

O curso nem começou e já tenho uma dúvida no 5º tópico. Vou aguardar a aula, então.

francamente

2 de junho de 2008

Francamente! Depois de 5 longos anos, percebo que aqui tudo continua igual. Posts edificantes, educativos e com temática cada vez mais atual. Por falar nisso, nada mais softcore do que lost. Quando pensa que vão, finalmente, penetrar na ilha aparece um velho careca e estraga tudo!

chico barney

2 de junho de 2008

muito bom

moskito

2 de junho de 2008

Essa season finalle de Lost foi foda demais. Hoje vou assistir o episódio final do Studio 60.

César L. Miguel

2 de junho de 2008

Tô dentro.

foster

4 de junho de 2008

softcore = pornô da band

Pedro

5 de junho de 2008

“Nem tudo é sexo”?

Pornografia moderna, tenho que assistir mais vídeos, isso é novo pra mim.

Nome:
E-mail (obrigatório, não vai aparecer):
URL:
Comentário: