chico barney

28 de abril de 2008

isso aí, atitude

patricia arquette

28 de abril de 2008

quem te mandou o vagisil fui eu e voce nunca fez um post falando bem de mim.

Helder Júnior

28 de abril de 2008

Vendido. Nâo merece usar a camisa da Cher. !E viva la revolución!

Thomas

28 de abril de 2008

huahauha…

vendido…

Robson

28 de abril de 2008

ok, agora uma da Cher, demorou para abrir um espaço para venda de camisas… Uma com aquela foto de lápis no olho ia vender como Coca Cola no deserto

kirp

28 de abril de 2008

Quem é a Mariana Xavier?

moskito

28 de abril de 2008

Não faço idéia.
Na carta que veio junto com os mimos tinha um “Contato para imprensa” e aí o nome dela, com telefone.

atoshman

29 de abril de 2008

Porra, firmeiza, sei que o chico é teu amigo, teu irmão de fé, namorado virtual e que tu e ele roubavam bergamota junto quando eram criança, mas pensei que tu ias descer a lenha direto nas idéia dessa porra. Viral de merda é foda, nem pagar mais tão pagando.

Picolino

29 de abril de 2008

Idéia ousada, vou fazer um blog sobre carimbos feitos de batata.

moskito

29 de abril de 2008

Se precisar de publicidade só me mandar um carimbo de mimo.

[…] o nosso amigo gaudério “moskito” transformou sua corda em varal, outros blogueiros resolveram rachar uma única corda e seguiram […]

Róger

29 de abril de 2008

Carimbos de batata! Lembro de ter visto algo sobre isso em algum programa da TVE quando era um pirralho.

moskito

29 de abril de 2008

Bora viralizar os carimbos de batata, gente.

Mariana Xavier

30 de abril de 2008

De nada.

PS.: Mariana Xavier é RP da equipe Corda de Rua, aprendiz das temáticas acerca da blogosfera, mãe da Clara e quer a camiseta da Cher. Adora surpreender pessoas para que desçam tantos lances de escada quantos necessários para receberem sedex e utilizarem, com criatividade, o mimo de modo peculiar e intransferível.

marcus

30 de abril de 2008

Isto sim é um post patrocinado de verdade.

Picolino

30 de abril de 2008

O blog tem que ter um nome estilizado, urbano, rebelde, que tenha a cara da juventude.

moskito

30 de abril de 2008

Não ganhei nada com o post (só os mimos). Mas fica aí a dica que me vendo fácil. HAHA

moskito

30 de abril de 2008

Em tempo: To falando sério sobre viralizar o Carimbo de Batata.

Quem quiser participar da equipe viral, entra na comunidade.

Lia

30 de abril de 2008

Uaauuuu…..rsrsrsrsrsrsrrsrsrs
mas atitude anti modismo e midianismo impossible.

Picolino

30 de abril de 2008

Simbora viralizar macacada, a web é nossa e ninguem tasca.

Coxudo

30 de abril de 2008

Essa idéia do site da corda é ridícula. Coisa de gente à toa. Mas acredito na idéia do carimbo de batata, algo muito mais atual e pertinente.

André

1 de maio de 2008

Essa camiseta da Cher é LOOSHO!

rnt

1 de maio de 2008

gostei foi dessa camiseta rutz da cher.

Renata

2 de maio de 2008

Gostei mais da cher q da corda… rs

Kid_Limao

2 de maio de 2008

Vai, safada.
Batatas me lembram, O Mundo de Beackman (era asim que escrevia?)

Covarde

3 de maio de 2008

Até os comentários foram viralizados. É notório o fato de que o Moskito, maliciosamente, está tentando manter a publicidade nesta seção interativa do site, incitando subliminarmente seus visitantes à fazerem menções às marcas de seu interesse e possivelmente anunciantes do blog. Sinto falta do velho Moska, com o qual já tive a oportunidade de dividir a mesma bandeira em manifestações vistuais selvagens de caras-pintadas condenando esse capitalismo cibernético. Aproveitaei para mencionar uma famosa frase de Dr. Roberto (in memoriam): “…”. Sábias palavras. Lamentável, Moskito. Lamentável.

Picolino

3 de maio de 2008

Ih moskito! A casa caiu, o maluco descobriu tudo!

moskito

4 de maio de 2008

HAhhaha. Covarde, se eu te contasse os oferecimentos de dinheiro que eu neguei ultimamente…
O lance da corda é pra ajudar o Chico, não a corda.

Carlos Catamarã

6 de maio de 2008

Onde eu compro essa shirt da cher?

Eva

18 de junho de 2008

camiseta da Cher, à venda na
http://www.latosca.com.br

beijos e loo-sho

Filipe Carnage

7 de agosto de 2008

“Meu amigo, eu não tenho buceta”.

É verdade, mas bem que seria um xaveco: olha eu tenho uns cremes vaginais aqui, será que você não gostaria de experimentar comigo?

Nome:
E-mail (obrigatório, não vai aparecer):
URL:
Comentário: