Borges

25 de março de 2008

ahahahahahahahahah ótema mokito, assim voce vai com certeza pra record

Rafael

26 de março de 2008

Pô, Moskito, curto muito suas piadas sobre AIDS

Guilherme

26 de março de 2008

Hahahahaha
Como eu amo muito tudo isso!

Wagner

26 de março de 2008

Bah, me emocionei de ver a minha realidade relatada nesse documentario. Lindo! Merece leva um quiquito ate!

Picolino

26 de março de 2008

Isso não é brincadeira não, quando criança eu era viciado em Mario, hoje em dia não posso ver uma tartaruga dando sopa que eu pulo na cabeça da desgraçada.

daniel bastos

26 de março de 2008

“olho pro céu…lavo tapete.” destruiu o vídeo do cabeção da malhação bêbado nessa brazila.

Evandro F.

26 de março de 2008

pior de que isso ai so ser blogueiro rsrsrsrs

Marco Antonyo

26 de março de 2008

muy bueno

AJR

26 de março de 2008

Muito bom documentario!!!

Mano Benga

26 de março de 2008

Injustiça seria ngm comentar aqui sobre a fala do melhor funcionário que essa lan tem:

– … Mas o pior é quando a gurizadinha não tem dinheiro. Aparecem aí com secador de roupa.. Ééé.. secador de roupa.. Esses dias um gurizão apareceu aí com duas bacias cheias de leite..

Neo

27 de março de 2008

Achei uma Merda…

Bernardo Zirpoli

27 de março de 2008

Paulo Henrique Amorim se vende valendo.

Cotti

27 de março de 2008

MUHUHUAHAHAHAHAHAHAAHA

HEADSHOT MESMO!

Carol

28 de março de 2008

kkkkkkkkkkkkkkk

deos mio….

Oen

28 de março de 2008

Merda achei uma…

Eon

28 de março de 2008

Achei merda uma…

Noe

28 de março de 2008

Uma merda achei…

Paulo

28 de março de 2008

puta imitação do fuck the duck seu blog hein… e o lavadinha então, podia tentar não copiar a ideia do blog do pão com manteiga… tsc tsc

Carol

28 de março de 2008

calma gente, ” Na internet nada se perde, nada se cria, tudo se inspira!”, já dizia um sábio chinês.

Não que eu ache que copie esse ou aquele blog, nem conheço tantos assim…

adevogado do moskito

28 de março de 2008

Paulo, calúnia é crime.

Uma busca por “fuck the duck” não retornou nada significativo. Poderia por favor iluminar a todos aqui e esclarecer qual a influência específica a que se refere?

E muito pior do que aqueles que reciclam e se inspiram no passado são os que não criam nada, de jeito algum, e só fazem criticar a iniciativa dos outros.

Moskito é conhecido na internet brasileira há 8 anos, amigo pessoal de Mr. Manson, Marco Aurélio e do próprio Rafael Capanema. Moskito não precisa imitar ninguém.

E, mesmo se estivesse fazendo isso, quem é VOCÊ?

Os defensores mais zelosos da mítica “originalidade” são aqueles que nada criam, nada transformam.

moskito

28 de março de 2008

HAHAHA Sensacional.
Tenho um adevogado.
Ainda bem, assim posso copiar o Capanema com mais tranqüilidade.

Atoshman

28 de março de 2008

puta imitação do Google seu blog hein… e o lavadinha então, podia tentar não copiar a ideia do blog do Tim O´Reilly… tsc tsc

moskito

28 de março de 2008

Se forem citar as fontes de plágio, citem direito.
Eu só copio o Daniell Rezende e o Bob Loblaw Blog.

Guilherme

28 de março de 2008

Bro, teu blog é um fenômeno.

Não conhecia esse mundo dos blogs muito bem, mas no último mês passei a simplesmente desencanar de uma boa parte do que eu tenho que fazer aqui no trampo pra ler o blog do Barney e o teu. na verdade eu tenho é que trabalhar até mais tarde pq passo horas lendo posts de 2003, 2004 e 2005 dos blogs de vcs e ainda tenho um monte de pica pra resolver. vi alguns outros também, mas definitivamente os seus dois são os melhores.

parabéns mesmo. e concordo com você e teus defensores quando dizem que ao invés de criticarem as pessoas podiam tomar alguma atitude e inventar alguma groselha.

abs

Picolino

30 de março de 2008

É verdade galera, apesar de eu entrar aqui ou só pra falar mal ou pra fazer gracinhao QDJ não é mais um daqueles blogs enlatados, que só postam videos do youtube com alguma veadagemzinha, e piadas sobre políticos. DQJ é cult, DQJ é pop.

Carol

30 de março de 2008

Agora todo mundo se abraça e chora?

Guil

30 de março de 2008

O próprio botão para enviar o comentário já inspirador ao extremo:

“Eu posso! Eu faço!”

vela

31 de março de 2008

ótemo. podia só ter colocado legenda no último maluco q falou

Picolino

1 de abril de 2008

HAHAHA.
Eu posso! eu faço!
Saudades do chá do Santo Daime.

moskito

2 de abril de 2008

“O DQJ não é mais um daqueles blogs enlatados, que só postam videos do youtube com alguma veadagemzinha”

Isso, Picolino. Falaste isso num post com um vídeo viado do YouTube. hahaha

Marcelo

15 de junho de 2008

Totalmente déitico, muito loco e engraçado o lavador de tapete. Rumo ao Fantastico.

Nome:
E-mail (obrigatório, não vai aparecer):
URL:
Comentário: