Ronald Rios

7 de junho de 2007

Em 2001 eu não tinha tempo para essas merdas. Eu jogava basquete (pois é…) na Hebraica, o clube dos judeu. No meu tempo livre, só dava para jogar videogame.

Mas é uma merda. É uma merda. Parem de postar sobre plugins de Firefox. Sobre wordpress. Essas porras todas são ferramentas, não assuntos! Imagina Shakespeare escrevendo sobre caneta de pena! Más vá!

flávia d.

7 de junho de 2007

que absurdo!! uma grande perda pra nação blogüística… e a cora ronai ainda continua aê.

Picolino

7 de junho de 2007

Porra moskito, ta na hora de parar de se lamentar de comentarista, dar a volta por cima e mostrar pra galera quem é o fodão, antigamente você faria isso.

Covarde

7 de junho de 2007

Achei lindo esse desabafo. Só fiquei na dúvida se faço parte da metade que é metida a macho e se beneficia do anonimato pra xingar, ou da outra metade formada por gente metida a culta com textinhos super cool.

moskito

7 de junho de 2007

É que não da pra parar.
O cara pensa que tudo vai melhorar e vem algum mané com criticas retardadas.
E quanto a “voltar por cima” é mais dificil ainda. HAha
Eu to numas de curta-metragem e outros tipos de mídia.

Pedrou

7 de junho de 2007

Comentario de internet eh coisa do capeta =/

Erik

8 de junho de 2007

Pior que não ter dinheiro pra comprar um microfone é ter um microfone e enfiar no cu.

Ailton Junior

8 de junho de 2007

Pô Moskito, há uns dias eu me matei de rir com o texto da briga dos surdos-mudos. Você é nosso herói.

e manda os comentaristas a lá Arnakldo Cesar Coelho pra pua que os pariu

dá gremio ou boca?

abc123

8 de junho de 2007

RUN FOREST RUN!

Silveira Neto

8 de junho de 2007

É, o blog moleque, blog arte acabou.
Tem duas coisas que você pode fazer sobre os comentários:
1 – Não ligue para eles.
2 – Blog sem comentários.

Eu não sou um cara que aceita bem críticas de comentários. Eu levo muito a sério, eu sei que não deveria. Talvez o legal mesmo fosse se as pessoas só escrevessem na internet o que elas falariam para outra pessoa no mundo real mesmo. (Mas talvez isso tirasse a graça da internet hehehe)

Bem, eu não sou leitor dos seus tempos ditos áureos. Eu sou da famigerada nova geração. E de fato, eu olho ao redor e só vejo porcaria, inclusive meu blog (que eu não pretendo acabar tão cedo porque eu tenho uma necessidade de escrever).

moskito

8 de junho de 2007

Tirar os comentários me distanciaria de vocês, meus amiguinhos haha =~~

atoshman

8 de junho de 2007

Meu querido, lhe dizendo como LEITOR, e não como amigo, vou concordar com o Picolino e com o Ailton Junior: desencana dessa merda de comentários. Tu já fizestes bastante pelas internets pra ter que ficar dando troco pra essa cambada de cagado. A internet tá uma merda mesmo, eu que o diga, como Troll aposentado com um curriculum respeitável, me envergonha ver fakes de orkut tentando desesperadamente “semear discórdia”. Não aguento blogueiros falando sobre o fim da brasnet, postando vídeos do youtube, de falhas do orkut, e reclamando que tem “bloqueio criativo”. Mas foda-se. Não se escreve pra comentaristas. Use esse blog como privada e cague dentro. Aí sim, seria escatologicamente legal.

Mas, pelamor, pare com esses emoticons gays. Muita vergonha alheia.

José Colméia

8 de junho de 2007

Acho que tudo isso é culpa dos emos…

Ruben Alves (não o escritor)

8 de junho de 2007

Porra miskoto, apesar de ter a tua idade, não passei pelos anos da brilhantina do blog. Infelizmente, devo ressaltar. Mas assim….
Fodas os babacas! Tu escreve pra carai! Lembre-se do antigo provérbio chinês que diz que só jogam pedras na fruta que está bonita na árvore (sem te chamar de fruta, claro). E sem fazer parte daqueles que postam se achando Cult´s!
Buceta….

marcus

8 de junho de 2007

A minha dúvida é idêntica à do covarde.

taigo

8 de junho de 2007

Vai tomar no cu!
(eu acho cool xingar)

Irineu Júnior

8 de junho de 2007

Pô moskito, eu sei que a vida é curta e por isso gostaria de pedir desculpa por todas as vezes que eu te xinguei ou escrevi merda aqui nestes comentários. Você escreve muito bem e o DEQUEJEITO é um dos melhores blogs do Brasil, sério mesmo.

Então, a partir de hoje eu prometo que vou comentar com humildade, sinceridade e amor no coração e não vou parar de tentar ser “mais um cara fodão na caixa de comentários” do DQJ.

Você me desculpa?
😀

Guz

8 de junho de 2007

Parece q vc tá meio nostalgico.

A fórmula de blog tá manjada, mas ainda dá pra ter alguma satisfação sabendo q fazer algo bom no meio de tanta merda.

Pedrou

8 de junho de 2007

Poooo.. Continua escrevendo e que se fodam os comentarios inuteis =( (tipo esse)

Eu curto ler a caixa de comentarios dos blogs =| mas sempre tem algum infeliz pra escrever merda e irritar os outros. Maldita inclusao digital.. Coisa triste.

bah

Alexandre

8 de junho de 2007

Desculpa por ter te batido na rua por causa daquele texto cara.. mas pô, tu matou o coelho linguiça, meu! Tu traiu o movimento coelhista, meu!

patricia arquette

8 de junho de 2007

tem sorvete de creme?

Fernando Tengu

8 de junho de 2007

Sup moskito.
Sou um leitor relativamente antigo desse estabelecimento (acho que desde antes de poder trocar as cores do blog no layout antigo… algo assim), e também lia a maioria dos acima mencionados, principalmente o “Chicoteia” (curtia o blog de deus pra caralho tb), mas nunca comentei em nenhum deles. Isso não me preveniu de repassar a palavra adiante e espalhar as boas novas pros camaradas.

Sem querer ser tiete, mas já sendo sou fã dessa budega. Camarada meu, que também é, chegou a ir à trabalho pra Carazinho e quase tentou te procurar pra um ataque terrorista ou coisa do tipo. Enfim, esse senhor seu blog é, na minha humilde opinião, um dos poucos antros de literatura internética de qualidade.

Eu acho entendo bem essa merda de fase. Já escrevi bastante em blog, mas nunca alcancei o sucesso de Vsas. Senhorias. Provavelmente pq eu nunca escrevi nada interessante o suficiete. Nunca peguei ninguém por causa de blog, nem arrumei emprego. Só servia pra tirar um barato mesmo. Mas era divertido pacacete. E obviamente tinha os buceltides nos comentários. E eu sei que quando a gente começa a fazer meta-blogadas, a coisa tá indo pro buraco mesmo.

Então take your time. Pode parecer meio babação de ovo, mas é mesmo. Eu genuinamente gosto de ler o Dequejeito, e vai ser uma pena perdê-lo nesse mar de miguxezes e emocoisas. A Internet tá meio perdendo a graça, de modo geral. Enfim.

Bão, escrevi pra caralho já. Boa sorte!

Cintia

8 de junho de 2007

Bom, eu acho o seguinte:
A internet populariozou, todo mundo tem, e hoje faz o que quer. Por isso ela se tornou um reflexo da vida real, ou seja, muita gente idiota. Eu tava pensando numa coisa que exemplifica perfeitamente a idiotice humana. Todo aquele que ganha um cargo de chefia, que passa a chefiar alguém em algum trabalho se torna automaticamente um merda, pois só os merdas são babacas o suficiente pra se tornarem chefes. Po isso este mundo é tão babaca. Uns 2% talvez se salvem, não mais do que isso.

E continuo dizendo que esse cara é o rei das nêga dele!

Ícaro

8 de junho de 2007

Eu sou do tempo em que pedir pro moskito arrochar a namorada na webcam era putamente engraçado! hahaha…

Pra falar a verdade… qdo eu entrei aqui a primeira vez o blog tinha poucos meses ainda…

A verdade é que eu não comento mais (apesar de ler), porque, sinceramente, não aguento esse bando de idiota que aparece nos comentários, e não acharia legal me tornar um deles…

Comento só qdo der vontade!

Bernardo Zirpoli

9 de junho de 2007

Queria que meu blog me desse grana. Numa tentativa forçada disso acontecer, coloco meus dois blogs(pessoal e política) no meu currículo(que não adianta carai nenhum, porque sou redator).

E não morga não que o blog é massa.

Ah, outra coisa: Engraçado que lá por 2002/2003, eu tinha um blog(RIP) e achava que tinha muitos blogueiros merdas. Boa parte dessas pessoas migrou pros fotologs. Acho que essa visão que tu tás tendo é mais das panelinhas, apesar de eu achar que os melhores blogs são os dessa panelinha.

In Velho We Trust

9 de junho de 2007

Tu reclama dos comments daqui pq nunca leu os do abobra. Desencana.

Ará

9 de junho de 2007

Acho que restam poucos blogs bons para eu ler. Tristeza…
Beijim

Johnnie Walker ONE

10 de junho de 2007

Moskito,
Eu só vou comentar agora pq só agora vi o post mais inteligente que vc publicou nos últimos tempos. E olha que te acompanho há tempos. Realmente eu nunca comentei. Aliás, já devo ter comentado mas foi algo meio insosso, aquele adjetivo que a gente usa para designar algo sem sal nem açúcar. Mas deu-me uma repentina crise de romantismo ao ter de concordar contigo em cada palavra mencionada. Eu também sou filho dessa época linda dos blogs. Citar nomes aqui seria até injusto. Fiz amigos – e muitos – pelo mundo blogueiro. Confesso também que perdi o.. digamos.. tesão (isso, tesão é bom) pelos blogs. Primeiro pq a Globo.com começou a cancelar um monte de blogs. Cancelou o CruSSificados, vc tem noção?! O blog fui não sei quantas vezes Blogs of Note, foi matéria de jornal e os caras cancelaram. Enfim. Minha indignação começou daí. Depois o meu companheiro de blog me abandonou. Pronto: outra ducha de água fria. Conto os dias para que possa voltar a escrever e, confesso novamente (hj estou confessando tudo, percebeu?!) que ainda espero o convite de algum blogueiro para poder escrever junto pq não tenho forças para manter um blog sozinho ao contrário de vc e de bons blogueiros que ainda estão na ativa, como vc mencionou muito bem o Marco Aurélio. Bom, é isso. Se precisar, estamos aí.

Adão Braga

10 de junho de 2007

Eu sou mesmo um “FÉLA DA PUTA” pé frio, como diz meu amigo Roberto. No dia que chego no Blog do cara é o dia final. Se acabar mesmo, ao menos poderei dizer: Conhecer, conheci, mas não posso dizer muito, li o último texto, e não desejei ler os outro. Não sou igual a minha cunhada que assiste o final do filme e depois reinicia para saber como foi o inicio. Valeu Cara! Seu último texto foi muito bom.

Pedro Tiê

10 de junho de 2007

Bom, Moskito, eu sou leitor do Jesus Me Chicoteia e vim aqui por causa de um post do Marco Aurélio. Concordo com você sobre a internet estar ficando cada vez pior, com essa gentalha que fica postando palavrões e xingamentos (que nada acrescentam ao conteúdo do blog) e desses pseudo intelectuais, que lêem Paulo Coelho, ou escutam Charlie Brown Jr e acham que são o top dos letrados na internet. Devo confessar que não sou leitor daqui, mas minha irmã lia este blog e sempre falou muito bem dele. Se seu blog decaiu, não sei dizer, mas espero que recupere a exelência, pois pelo conteúdo deste post deu para perceber de que você é capaz de posts inteligentes e irreverentes, até porque o Marco Aurélio sempre fala muito bem de você no blog dele (quando tem oportunidade).
Desejo sucesso para você.

Pedro Tiê

10 de junho de 2007

Afinal, é o blog mais lido no Acre!

Thiago

10 de junho de 2007

Nós que temos grande experiência com blogs, sabemos diferenciar, um excelente post, de uma tentativa frustrada ou um projeto de blog.

Se todos pensarem como você, a internet perderá a graça, pois passaremos dias e dias no site da playboy, pq sem nossos blogs intelegentes, somente restará o famoso 5×1 na internet.

Pense nisso!

Liv

10 de junho de 2007

E eu fui ignorada novamente. Humpf.

Daleninha

10 de junho de 2007

Assim como o covarde não sei se onde me encaixo no seu texto, mas levando em consideração o curto período de vida do meu blog, acho que estou do lado ruim…
Vc acabou de desesperançar uma blogueira…puts…Mas, vá lá…Não creio que seu blog era ruim, e comets bobos, são intriga da oposição!
Dsculpe por fazer parte da raça ruim q fez vc desanimar e desistir do seu blog…

FernandoJS

11 de junho de 2007

Porra!

É isso ai, blogs viraram coleções de imagens ou de assuntos de nerdinacionais.

Não faça igual e será tachado de idiota.

Boa sorte

Lily

11 de junho de 2007

Caramba… então eu não estou louca! Blogar não é mas a mesma coisa! Nessa época eu tinha umns 2 ou três blogs, todos interessantes, inteligentes e cheios de visitantes ilustres. Até o Marco Aurélio trocava umas idéias comigo. O blog mais expressivo me rendeu até ameaça de processo, o que fez com que eu me afastasse da blogosfera até recentemente. Era um tempo em que você tinha que testar uma tag incessantemente até a página ficar como você queria. Passei muitas madrugadas em claro apanhando da html. Hoje, é tudo muito mais fácil. Eu diria até banalizado, mesmo. E o pior é a gente que já escreveu tanto treco legal não encontrar o ânimo nem a agressividade necessários pra redigir um texto que valha a pena de verdade…

Chico Barney

11 de junho de 2007

HAHAHA muito bom, eu nem lembrava que eu tinha blog essa semana. E eu tenho dinheiro pra comprar tantos microfones que eu poderia distribuir entre todos os teus leitores filhos das putas, mas sou um cara simples, esqueço de comprar essas coisas.

E “O Orkut chegou pra tornar qualquer cidadão brasileiro um elemento da web” foi a coisa mais bonita que eu li hoje, isso da uma tese de mestrado.

Igor Otávio

11 de junho de 2007

E aqueles que comentam, mesmo quando não tem nada pra comentar… ??

daniel, o bastos

11 de junho de 2007

os tempos são outros, cara. peso cada letra que coloco no crediário agora com medo de ser processado, demitido ou até preso.. apesar de ser pretensão minha, não quero me foder por pouco.
legal era antigamente, em que se falava mal de muita coisa pra muita gente e ninguém tinha medo de nada. hj em dia todo mundo é alguém.

Castiçal

15 de junho de 2007

Texto bonito. Só discordo da parte onde tu dizes que

JL

17 de junho de 2007

porra, sdanagemm. fuio olhar o soll e fiqquei cego…

Janaina

18 de junho de 2007

é, esse foi um suspiro. Espero que não o último… Eu adoro seu blog, Moskito! Já adorei mais, a uns 3 anos… hahahahaha

Mas, de qquer jeito, acho q tá todo mundo correndo atras dos seus 15min de fama. Desabaladamente, e trombando-se uns nos outros… Mas, talvez isso passe…

Ambev

21 de junho de 2007

rsrs que drama do caraio .

Gabriela

23 de junho de 2007

O blog morreu. Mas ainda dá tempo de trazer o ressuscitador e começar tudo de novo :)

Kely Lovely

27 de junho de 2007

Não sei em qual dos perfis de quem comenta eu estou incluída, mas enfim…
Falando sério msm, vc tem toda razão, realmente com toda essa parafernalha da internet, os blogs foram abandonados mesmos…
Eu te confesso que eu tinha uma série de blogs que visitava semanalmente, e os que não faleceram, eu abandonei…

Não sei se te importa, mas esse é um único que digito no browser de cor, toda semana, e nunca me arrependo, seja pra gargalhar ou pensar!

Continue na ativa. Pelo amor do guarda.

Asta la vista, baby.
Kely Lovely

Leo Santana

11 de julho de 2007

Gabriel, moskito, o que seja,

lia seu blog diariamente pela manhã e a noite. Já vi alguns layouts, já ri até me cagar. Na época eu tive um blog também, que era uma comunidade de amigos, o Cocodrilo Manco, em meados de 2000/2001.

Concordo com tudo o que você disse e sinto falta de muitos blogs daquela época, mas a avenida ficou tão barulhenta que eu não saio mais de casa.

Muito bom saber que esse blog/site te rendeu tanta coisa boa. Bom mesmo.

Vim parar aqui novamente depois de tantos anos porque alguém aqui no trabalho disse “Jesus, me chicoteia”. Ele nunca soube do site, mas na hora eu abri e li alguns posts. Daí passei pro Balde de Gelo e parece desativado há um bom tempo. E vim parar aqui. Talvez demore alguns anos pra retornar, mas e daí? As coisas são assim mesmo.

Abraços!

Nome:
E-mail (obrigatório, não vai aparecer):
URL:
Comentário: