¿dequejeito?

Melhores shippamentos

Postado em 12 de setembro de 2014

Há muito tempo eu gostaria de ser #teen. Quando eu era #teen, não existia internet. Pra se divertir a gente costurava sacos de batata e ficava batendo corrida pela floresta, enquanto um mastodonte não aparecia.

Bom… nesta semana tive a oportunidade de viver e entrar no universo #teen de verdade. Comprei revistas destinadas ao público adolescente, li o máximo de artigos que consegui, pendurei pôsteres de celebridades pela parede do escritório e me tornei um Harmonizer (fãs da girlband Fifth Harmony).

teen

Ser um Harmonizer tem muitas vantagens e até mesmo um velho como eu pode aprender com os jovens. Nesta semana aprendi a shippar. O conceito, novo para mim, rapidamente se tornou maravilhoso. Não antes de eu demorar umas 2 ou 3 horas para entender como se shippa alguém. Depois que entendi, tentei explicar para meus amigos da mesma idade e quase ninguém entendeu. Por isso achei necessário escrever este texto.

O que é shippar? Um guia rápido para maiores de 30
Pelo que eu entendi, basicamente, é unir casais, reais ou da ficção. Por exemplo, Brad Pitt e Angelina Jolie. Se você apoia esse casal, você está shippando ele. Você pode até unir os nomes dos dois para justificar o seu shippamento. Assim ficaríamos com “Brangelina”. Você também pode apoiar casais que nunca se uniriam no mundo real. Pra citar um exemplo da nossa idade, você poderia shippar “Jongo”, que significa apoiar um romance entre John Lennon e Ringo Starr. Ou você poderia shippar personagens fictícios da tv, cinema ou literatura, como o shipp “Capitão Bibiana” (romance entre Capitão Rodrigo e Bibiana, em O Tempo e o Vento).

Mas vamos falar de coisa boa. Aí vão os TOP 5 melhores shippamentos que eu consegui pensar agora, de improviso:

1. Beiçolinho
Agostinho e Beiçola juntos. Milhares de pessoas aguardavam este desfecho para A Grande Família, mas infelizmente não rolou.

beicolinho

2. Hesqueleto
Imagina que loko a gente descobrindo que o ódio que o Esqueleto sente do He-man nada mais é que um amor não correspondido dos tempos de colégio.

hesqueleto

5. Yudistation
Um shippamento nipo-kafkiano onde Yudi conquista, nos tribunais, o direito de se casar com um videogame.

yudistation

E por que não?

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.