¿dequejeito?

Ouvidoria: CAIXA

Postado em 14 de março de 2007

Olá,

Tenho crédito educativo FIES e já sou formado. Por isso estou pagando todo mês uma certa quantia. No entanto os boletos de cobrança pararam de chegar pelo correio. Liguei para agência da Caixa em Carazinho, para marcar uma hora para ser atendido. Me informaram que não havia necessidade de marcar hora.

Ok, fui até lá e quando cheguei na agência me informaram que eu devia ter marcado hora para ser atendido. Tudo bem, pode ter sido um erro de comunicação. Normal. Acontece que após esperar um bom tempo e ser atendido, expus minha situação: “Não recebia os boletos e por isso não sabia como pagar minha dívida”.

O atendente então me falou que eu que era o responsável por *ir atrás* da cobrança, insinuando que a culpa é minha se eu não recebo a conta do FIES. Depois disso ele imprimiu, meio a contra-gosto, um boleto para mim, com juros, claro, afinal eu sou o culpado.

Não me importo de pagar juros ou “ir atrás” da cobrança, por que quero pagar essa minha dívida. Mas é díficil não ficar bravo com o atendimento quando insinuam que você é o culpado e que imprimir um boleto é um trabalho muito complicado para que um atendente na frente de um computador possa fazer.

Obs.: Eu já tive problemas muito sérios com o meu fiador por que uma funcionária PERDEU o meu aditamento do FIES.

Em outra ocasião, há alguns meses, estava eu nesta mesma agência para sacar uma quantia e então um funcionário me chamou para “conversar” com um atendente (não sei se era o gerente ou algo assim). Então o cara começou a me pressionar dizendo que eu *tinha que pagar o que devia*. Como se eu não fosse pagar. Buscou uma papelada enorme e começou a me mostrar o quanto eu devia. Eu nem estava no banco para isso. Só queria sacar um dinheiro.

Afinal a CAIXA é um banco ou a máfia?
Se quiserem cortar meus dedos ou me jogar num rio, fiquem a vontade. Sou o cliente legal que aceita tudo.

Sei que não posso generalizar, mas essa mentalidade interiorana da agência de Carazinho faz com que a CAIXA seja mal vista. Eu, amanhã, estou indo lá para fechar minha conta. Ouvi dizer que no BB eles tratam as pessoas como clientes e não como devedores.

Obrigado,
Gabriel Von Doscht

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.