¿dequejeito?

O Pato – Parte 2

Postado em 17 de dezembro de 2007

Hoje estava voltando de uma reunião, caminhando pelas ruas da cidade de Carazinho, RS, quando senti uma estranha vontade de olhar para o céu. Olhei, e qual não é a minha surpresa quando avisto nada mais do que um pato, voando contra o vento.

Gritei alto, abanei e mostrei a minha bolsa, esperando que ele viesse correndo (ou voando mesmo) para dentro dela. Mas o pato apenas olhou, fez um sinal esnobe com uma das asas e desapareceu no interior de uma nuvem.

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.