¿dequejeito?

Gugu na minha casa

Postado em 24 de agosto de 2006

Sabem aquele quadro do programa Domingo Legal em que o apresentador Gugu visita a casa das pessoas e procura por objetos aleatórios em troca de dinheiro? Sim, é o Gugu na minha casa. Pois é…
Há uns quatro anos minha mãe começou a assistir este quadro. Alguns meses depois ela começou a desenvolver um comportamente estranho. Há um ano a coisa explodiu na cabeça dela e agora ela é uma viciada em Gugu na minha casa.

Parece complicado, mas eu explico.
Minha mãe desenvolveu uma doença psíquica em que se sente segura em casa somente quando compra itens que o Gugu pede aos participantes do quadro. Ou seja, se o Gugu, no seu programa, pede um copo azul e na minha casa não existir um copo destes, a minha mãe imediantamente compra um. A explicação dela é sempre a mesma: “Imagina se o Gugu vem aqui e nós não tivermos o que ele pedir. Vamos perder 200 reais”.

Por isso a minha casa começou a se tornar uma espécie de depósito de objetos esdruxulos. Há alguns meses o Gugu pediu um tambor de banda marcial para uma dona de casa que participava do quadro. No dia seguinte o tambor estava aqui em casa.

Eu não assisti o programa de domingo passado, mas há alguns minutos estacionou, na frente da minha casa, um caminhão enorme e agora uns caras marombados estão descarregando uma estátua de concreto do Fidel Castro e colocando ela no jardim, ao lado da jaula da jaguatirica.

Esse Gugu está indo longe demais.

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.