¿dequejeito?

Factos: The Brummels Bears

Postado em 18 de maio de 2006

Era madrugada de sábado. Antes de sair por aquela porta Thed ouviu seu amigo Carl prevenir: “Cuidado. As coisas lá fora podem ser perigosas”. Mas Thed era teimoso e saiu do chalé mesmo assim. Depois disso, tudo que se ouviu foi um grunido, o barulho de uma patada e o som de uma flauta. Era Lá maior, diz a lenda.

Os primeiros relatos sobre ursos tocadores de flauta vem de 1911, quando Louis Alphergate descobriu na floresta de Topeka, Califórnia, um disco de vinil 78 rotações de uma banda de polka chamada The Brummels Bears ao lado de um cadáver em estado de putrefação.

A lenda dos Brummels Bears se difundiu pelo mundo e, em 1932, John Frelus contratou-os para fazer parte do cast musical da Oliver Beat Music and Records (anos depois renomeada para Sony Music).

Em 1940, o The Brummels Bears se envolveu em alguns escandalos, e o líder da banda Joshua “Big Hand” Stevens foi preso e condenado à prisão perpétua sob acusação de ter matado o professor inglês Thed Cambridge, que fazia, na época, estudos sobre o comportamento dos pássaros californianos.

Em 1942 Joshua foi libertado com base num documento que provava que não existia, e jamais existiu na história mundial, uma lei que pudesse condenar à prisão um urso tocador de flauta.

  • Comentários desativados em Factos: The Brummels Bears

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.