¿dequejeito?

Abril

Postado em 11 de maio de 2006

Abril é sempre igual e, é por isso que eu sempre tiro féras em abril. Eu já perdi namorada, perdi cachorro, entrei em depressão, quebrei perna… Esse último não podia ser diferente. O abril de 2006 conseguiu ser malvado comigo.

Lá pelo dia 10 de abril meu pai sentiu uma falta de ar e foi até o posto de saúde aqui do bairro. De lá encaminharam ele para o Hospital de Caridade de Carazinho. Ele ficou lá por um tempo, uns dias, contando piadas e fazendo amizades com todo mundo, como é típico dele.

Os pulmões dele tavam acabadões, por causa do cigarro. Depois de alguns exames, constataram que meu pai tinha um enfisema pulmonar e precisava drenar líquido dos pulmões. Então os médicos resolveram drenar a parada. Só que meu pai, enquanto era drenado, sofreu duas paradas cardiacas e os médicos tiveram que induzir ele ao coma. Ele permaneceu em coma por três dias e no dia 23 de abril ele não aguentou e morreu devido à uma falência de múltiplos orgãos.

E foi por isso que eu demorei um pouco pra voltar.
Enfim, fumem.

  • Comentários desativados em Abril

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.