¿dequejeito?

A Palestra – Parte 1 de 5

Postado em 17 de outubro de 2006

Manja que existem pessoas que gostam de cantar no chuveiro e só conseguem fazê-lo no chuveiro? Pois é, eu sou uma destas pessoas. Só que o meu caso é um pouco diferente.

Substitua o chuveiro por um vaso sanitário e a música por um caderno de anotações e um monte de teorias sobre física aerodinâmica.

Então, é isso que eu faço.
Sou um profundo entusiasta da física e da aerodinâmica, mas somente consigo desenvolver meus estudos quando estou sentado no meu vasinho sanitário.

Há um certo tempo resolvi publicar algumas das minhas teorias na internet. Pra ser mais exato eram cálculos sobre o nivelamento das asas dianteiras de um carro de formula 1. Não vou lembrar da fórmula agora, até porque não estou sentado no meu vaso, mas era uma coisa que podia me render algum dinheiro. Só bastava esperar alguma grande empresa me achar e correr para o abraço.

Então aconteceu.
Semana passada uma grande empresa do ramo dos projetos aerodinâmicos entrou em contato comigo e me convidou para realizar uma palestra em uma de suas fábricas. Aceitei sem titubiar, logo após explicar que eu só conseguiria dar a palestra se estivesse sentado no meu vaso sanitário.

A empresa automobilística contratante pareceu não se importar em tranferir o congresso para dentro de um dos seus banheiros. Eu adorei. Sentei no meu vaso e expliquei tudo o que eu tinha para explicar e mais um pouco. Mas a platéia não pareceu ficar muito estusiasmada com as minhas anotações sobre um novo combustível, com base em chá de guaco e balas frumello. Aliás, tive a nítida sensação de que a platéia sequer prestou atenção na minha apresentação.

Ao final perguntei se algum espectador tinha alguma dúvida. Apenas um homem, sentado na 5ª fileira, ao lado da pia, levantou a mão. Bom, – pensei eu – pelo menos alguém prestou atenção na minha palestra e tinha uma dúvida para ser esclarecida. Dei o aval para a pergunta e o homem se levantou e perguntou:

— Por que o senhor está sentado num vaso?
Juntei minhas anotações e fui embora.
O mundo automobilístico, físico e aerodinâmico não está pronto para Gabriel Von Doscht. Quem sabe em alguma outra oportunidade eu volte a apresentar minhas idéias, mas até lá ficarei no meu banheiro, desenvolvendo um novo vaso sanitário que me permita se mover e palestrar e que, de preferência, tenha suporte à power point.

  • Comentários desativados em A Palestra – Parte 1 de 5

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.