¿dequejeito?

Se deve respeitar

Postado em 10 de novembro de 2005

Dia desses eu tava dando aquela dormida astuta às três da tarde, que só quem é freelancer pode entender a satisfação, quando fui acordado subitamente por um telefonema. Meio zonzo abri os olhos e atendi.

— Alô?
— Ãhn.. – respondi.
— Aqui é o Sid. – disse o cara do outro lado da linha.
— Ahn Hum…
— O Sid. Acho que você não me conhece.
— bem.. hm.. bom. – disse eu, ainda semi-dormindo
— Eu sou o cara do bar. Aquele que cospe fogo, manja?

Lógico que não lembrei de quem se tratava, mas aí que eu pensei: Se o cara diz que cospe fogo deve merecer um certo respeito. Então continuei:

— Grande Sid. Claro que lembro de você.

Depois de uns sete minutos falando, descobrimos que o telefonema se tratava de um engano. Ele se desculpou e desligou.
Vai entender esse povo.

  • Comentários desativados em Se deve respeitar

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.