¿dequejeito?

O Exame

Postado em 25 de julho de 2005

Gente boa. Acabei de voltar da Auto-Escola, onde fiz o exame teórico para tirar carteira de motorista. Aquela coisa linda de sempre, normal em testes. O examinador tinha um nome estranho e fazia piadas de humor friendly o tempo todo, tipo “Vocês podem colar. Até trouxe um tubo de tenaz pra facilitar“. E o pessoal se deliciava na risada.

Mas a parte mais legal mesmo é a prova. Eu faria uma dessas por semana, se não tivesse que pagar uma taxa absurda pro Detran. Só pra me divertir um pouco.

— Moskito. Tem umas gatinhas arregadas pra gente matar.
— Não vai dar, cara. Tenho um exame na auto-escola.

Seria lindo poder acordar as seis da manhã toda segunda-feira num frio de 7ºC, atravessar a cidade pra responder questões como a questão número 17 da prova de hoje.

17) Em matéria publicada pelo “Jornal Zero Hora” do dia 23 de agosto de 2004, uma foto mostrava um veículo partido ao meio ao chocar-se com um poste. Havia, nesse poste, placa limitando a velocidade em 40 Km/h. Com isso podemos concluir que:

A) O condutor conduzia o seu veículo a 40 Km/h.
B) Velocidade baixa pode partir o veículo ao meio.
C) Os veículos novos são são tão resistentes quanto os antigos.
D) A velocidade excessiva pode causar mortes no trânsito.
E) Placas de 40 km/h não funcionam quando o veículo está partido ao meio.

  • Comentários desativados em O Exame

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.