¿dequejeito?

MCMXVI. 29 de Julho – Parte I

Postado em 20 de abril de 2005

Vamos brincar de m?mica! Nove amigos foram passar o final de semana na casa de praia de um deles. Choveu, ventou e fez frio todo o tempo. Deuu nisso: 2 grupos de 4 pessoas pensando em nomes de filmes. De prefer?ncia longos e abstratos, para que o outro grupo n?o conseguisse descobrir o bendito em 2 minutos. Um preferiu assistir o jogo Col?mbia x Paraguai a ser o juiz.

A brincadeira come?ou e Daniel foi o pioneiro. Mostrou 4 dedos da m?o direita, escolheu o indicador e come?ou a atirar freneticamente. Atirou de pistola, metralhadora, bazooka e nada. Apelou para as armas brancas. Praticamente esquartejava o indiv?duo imagin?rio quando finalmente ouviu:

— Assassinato!

Deu sua aprova??o com o polegar e continuou. Dessa vez escolheu o mindinho, indicando que pularia para a quarta palavra. Repetiu a posi??o em que sua m?o representava um rev?lver, agora apontando para o teto. Desenhava uma liga??o entre indicador e polegar, tudo para ouvir o que nem sonhava.

— Recarregar a pistola!
— N?o, ? aquele gesto de fot?grafo… ?… ?… foco!
— Fotografia! ? isso, Assassinato Fotogr?fico!

Daniel bufou e deixou os ombros ca?rem. Decidiu recome?ar. Esbo?ou um estudante, abrindo seu estojo e pegando algumas coisas. Percebia-se uma r?gua. Depois de tra?ar algumas retas, manipulou o que parecia ser um compasso.

— Assassinato Geom?trico!
— Cala a boca!
— Opa! Olha essa conversa a?!

Daniel pediu desculpas ao outro time e continuou. Agora puxou um objeto especial do estojo invis?vel. Arregalou os olhos e franziu a testa, apontando firmemente para ele. Cuidadosamente o colocou em cima da “mesa”, pegou um “l?pis” e marcou tr?s pontos na “folha”. Ligou-os por duas retas e voltou sua m?o ? posi??o inicial.

— Transferidor!
— 90 Graus!

Seus olhos brilharam. Deu sinal para continuarem as tentativas em cima daquela id?ia.

— Assassinato em 90 Graus!
— 90 graus de puro assassinato!

Estarrecido, Daniel come?ou a pular, mostrando o indicador deseperadamente. O outro grupo – autor da charada ? gargalhava enquanto checava o rel?gio. Os outros estavam perigosamente perto e estupidamente longe ao mesmo tempo.

— 1 Grau de Assassinato!
— Assasinato em Grau ?nico!
— Acabou o tempo! – Os outros intervieram. – J? foram 2 minutos, voc?s n?o fizeram ponto.
— Idiotas! Retardados!

Daniel estava possesso. Esperneava e socava o ar como uma crian?a.

— Qual era o filme, Daniel?
— Assassinato Em Primeiro Grau, seus dementes! Imbecis! Antas!
— Caralho Daniel, que m?mica horr?vel.
— Que merda, hein?

Daniel come?ou a chorar. O outro time se divertia ?s custas dele. Seu grupo ent?o reuniu-se para ir ? forra. Daniel era s? vingan?a.

— Eu sei de um que eles nunca v?o acertar.
— E qual ??
— Obsess?o Fatal.

Todos concordaram e avisaram que estavam prontos. Enviado pelo outro time, Chico ouviu o desafio e pensou por um segundo. Deu o sinal para come?ar.

P?s a m?o direita em forma de concha na testa, fazendo sombra sobre os olhos enquanto olhava para o horizonte.

— Observar!

Chico fez que sim com a cabe?a e depois o sinal para cortarem a palavra.

— Obs!

Esticou o ded?o e continuou. Agora mostrou um “V” e segurou o dedo m?dio. Segunda palavra. Chico, que toca viol?o, desenhou um no ar e fingiu tocar. Deu ?nfase ? sua m?o esquerda, que fazia as posi??es. Olhou para Marcos – que tamb?m toca – e mostrou a sua m?o no dado momento.

— F?! – Marcos exclamou – Obsess?o Fatal!
— Isso! Boa, Marcos.
— N?o valeu! – O outro time se exaltou – Voc?s t?m c?digo, n?o ? poss?vel!
— Nada disso. – Marcos respondeu – Eu chutei, ora.
— Quer saber, isso t? muito chato. – Disse Daniel – Eu vou assistir ao jogo tamb?m.

Ent?o se retirou e perguntou o placar ao que acompanhava a partida.

— 1 a 0 Col?mbia. Gol de Cordoba.
— Cordoba? Ele n?o ? o goleiro?

  • Comentários desativados em MCMXVI. 29 de Julho – Parte I

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.