¿dequejeito?

Joney, o amante

Postado em 14 de dezembro de 2005

Na cerimônia de casamento.

— E se alguém tem algo contra essa união…
— Eu!
— Que fale agora ou se cale…
— Eu, porra.
— se cale para sempre.
— Eu tenho algo contra, cacete.

Convidados sem entender nada.
Silêncio.

— Você tem algo a nos dizer, senhor?
— Sim. Esse casamento não pode acontecer.
— Mas por que?
— Por que eu sou Joney, o amante.
— Amante?
— Sim, amante.

Murmúrios dos convidados.

— Mas senhor. Este é um casamento gay.
— Gay?
— Sim. A união de dois homens.
— Bom.. eu.. bem…
— Senhor?
— (…)
— Senhor?

Joney sai correndo do recinto.

  • Comentários desativados em Joney, o amante

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.