¿dequejeito?

O menor show do mundo

Postado em 30 de maio de 2004

Ontem fui ao show da minha querida banda Kelvin, aqui em Carazinho. Como sempre, os amigos do pessoal da banda ganham credenciais para acesso aos bastidores cheio de drogas, frutas, bebidas e chuveiros com água mineral.

Como a banda não tem um renome internacional, eles não gastam fazendo credenciais a cada show, então os amigos da banda tiveram que dividir as credenciais do show anterior. Como sou pequeno e fui ameaçado de morte por alguns “amigos” me sobrou a credencial de motorista da banda.
Eu que nem sei dirigir, quem dirá dirigir para uma banda.

Fui ao show com minha credencial de motorista, mas preferi ficar lá em baixo, no meio da galera. A banda resolveu decorar o palco com cones e placas de trânsito devidamente roubadas de algum cruzamento em reformas (depois do show fiquei sabendo de alguns acidentes envolvendo carros na cidade, tudo por culpa das placas de sinalização desaparecidas. Mas isso não vem ao caso).

Como todo show da Kelvin, o peso tava afudê. Eles estão mandando cada vez melhor e o show é uma alegria e brincadeira só. Até coreografias de hardrock eles tem agora.Mas o que chama atenção mesmo é o novo visual da banda.

O vocalista, o Guima, trajando um estilo caminhoneiro que arrota quando bebe água. O baterista Toto estava pelado, mas ninguém via nada, pois as peças da bateria cobrem tudo que deveria estar exposto ao se ficar nu. O guitarrista Joey, o cara mais carismático do mundo, usava um visual Matrix, com uma capa preta de gangster russo. O Julian, outro guitarrista, usava um óculos “chilli beans” maior que sua própria cabeça.

Mas não tem maneira de não se notar o baixista da banda. Um visual que chama a atenção de todos presentes e se destaca frente aos companheiros. John Loco Atoshman vestia uma calça jeans e um moleton. Aliás, não era qualquer moleton. Era o mesmo moleton que ele havia usado toda semana para ir à faculdade. Isso sim é estilo. Aprendam perdedores.

Curiosidade 1:
Depois de uns 50 minutos de show, a banda dá uma pausa e volta ao palco. Então o John pega o microfone e anuncia: “Essa música é para todas as pessoas boazinhas e afetuosas que estão aqui hoje“. E a banda começa a tocar um cover do Reação em Cadeia. Lamentável.

Curiosidade 2:
Fui ao banheiro dar uma mijadinha. Quando estava lavando as mãos um cara olhou pro meu reflexo no espelho e perguntou:

— Cara, você é o moskito?
— Sou.
— Porra, que legal.
— ah! ..
— moskito, moskito. Do Jesus me Chicoteia*, que legal.
— Sim, sou eu.

É, ainda não foi a minha vez de ser reconhecido. Mas continuarei tentando, sempre indo nos shows da banda Kelvin e quem sabe, um dia, eu seja até bonito, e consiga agarrar alguma groupie.

  • Comentários desativados em O menor show do mundo

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.