¿dequejeito?

107795407236263598

Postado em 28 de fevereiro de 2004

O Vírus
To lutando contra o famigerado vírus virtual W32.Netsky.B@mm. Enquanto deleto todos os registros do sistema que comecem com a palavra “Windows” fico tentando puxar de minha memória algum acontecimento que tenha feito este vírus se alojar em meu computador.

Lembrei que dia desses, meu amigo Jean Massumi, o 11º homem mais lembrado pelas mulheres de Carazinho (segundo o Jornal Diário da Manhã), veio até a minha casa e passamos a tarde toda jogando video-game, afinal somos desempregados ricos e nossas mães apoiam inteiramente nossa falta do que fazer.

Enquanto jogavamos ele deu um pause e perguntou:

— Cara! Você sabe que o Kazaa funciona como servidor?
— Não! Como é isso!?
— Bom, você habilita o Kazaa a usar a porta 80 do seu computador e depois pode passar o seu endereço de IP para qualquer um, assim qualquer amigo seu pode entrar no teu “Shared Folder” e baixar seus arquivos sem precisar ter o Kazaa.
— Po, que massa! Vamo lá testar isso!

Habilitei todas as paradas porém nada funcionou. É óbvio, eu não tinha nenhum arquivo na minha pasta compartilhada. Foi quando ambos tivemos uma brilhante idéia.

— E se nós colocarmos um arquivo dentro dessa pasta?
— Tenho uma idéia melhor. E se nós baixarmos um arquivo qualquer no Kazaa e colocarmos ele na pasta?
— Isso! Ótima idéia!

Fomos lá. Digitei um combo de teclas no buscador e formei uma palavra sem sentido.

Procura por “dstanetskyrdaudg” – 1 arquivo encontrado

— Olhaí! Baixa esse arquivo aí.
— Beleza, só tem 12 Kb.
— Beleza, agora testa se tá acessando teu computador como servidor.
— Óh! Tá sim! Que delícia!
— Aê! Legal né?
— É, legal.. gostei..
— Massa.
— Massa.
— Bom, agora da pra deletar esse arquivo aí.
— Ah, deixa que eu deleto depois.
— Não vai executar ele sem querer, hein!
— Claro que não, pô!
— Sabe-se lá o que tem dentro disso aí.
— E ae?
— Oi?
— Vamos voltar a jogar video-game?
— Simbora!

  • Comentários desativados em 107795407236263598

Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.

Arquivos

Coisas do tempo em que o autor não sabia escrever.