¿dequejeito?

Oito Mil Visitas em 24 horas

Postado em 29 de junho de 2004

Aproveitando que fomos citados em vários veículos de mídia virtual do país (este, este e este) e as visitas estão cada vez mais superando recordes, dia após dia, irei usar este espaço para colocar a disposição de todos os visitantes e também dos novos visitantes, um produto único para a venda. Um disco de vinil de Agnaldo Timóteo, datado de 1965, em perfeito estado, dentro do plástico e sem sequer um arranhão. Tudo que peço são R$ 20,00 (com o sedex incluso). Se alguém se interessar, mande-me e-mail. Obrigado.

O Astro do Sucesso
Agnaldo Timóteo
1965 – Odeon

Faixas:
01 Último telefonema (L’ultima telefonata)
02 Não te amo mais (Je ne t’aime plus)
03 Ontem (Yesterday)
04 Frio de neve (Ária de neve)
05 Michelle
06 A praia (La playa)
07 Eu te darei bem mais (Io ti daró di piu)
08 Aline
09 Furacão (Thunderball)
10 Eu amo (J’aime)
11 Cai a neve (Tombe la neige)
12 Como sinfonia (Come sinfonia)

  • Comentários desativados em Oito Mil Visitas em 24 horas

Campanha Anti-Pansexualismo

Postado em 28 de junho de 2004

Vocês sabem que os Pansexuais traçam tudo o que vêem pela frente, né? Você já pensou no drama vivido pelos pobres vegetais e plantinhas que sofrem abusos e são corrompidos por estes monstros? Você já imaginou o constrangimento vivido nas famílias que tem casos de abuso pansexuais sofridos e não tem coragem de denunciar o fato as autoridades, ou por medo ou por vergonha?

Pois acredito que você também se preocupa com o Pansexualismo desenfreado que estamos vivendo e está do lado correto, do lado das plantas e vegetais atacados covardemente. Una-se a todos nós nesta campanha para inibir a ação destas pessoas e denunciar os abusos.

Copie o código ao lado do banner que mais lhe agrada e cole em seu site. Participe desta campanha. Ajude as pobres plantas e vegetais. Sua atenção é muito importante para nós.

Obrigado pela colaboração.

Rock sem um puto de decência

Postado em 25 de junho de 2004

“… um tal de Almirante. Depois de alguns minutos deu pra ver que o camarada imita um pouco os trejeitos do Paul McCartney, só que em altíssima rotação. Ele fica se contorcendo feito um maluco enquanto os outros ficam estáticos. É engraçado até! Parece que ele tem uma micose num lugar difícil de coçar! E fica falando e rindo direto. Ele é o irmão gaiato do cara que canta a maioria das músicas, o tal de Marcelo Campelo…”

Mesmo não sabendo se essa é a intenção do autor, talvez esta seja a narrativa que mais expresse a magnitude tosca desse pessoal que paga uma de cult e alternativo. Leiam tudo aqui.

  • Comentários desativados em Rock sem um puto de decência

Grandes Tom’s muito Loucos de Verão

Postado em

Na série Grandes Tom’s muito Loucos de Verão, apresentaremos pequenas homenagens a pessoas chamadas Tom, que tenham contribuído para nossa formação social, artesanal e épica de qualquer forma direta ou indiretamente. O homenageado de hoje é Tom Cruise.

Ao terminar de assistir Minority Report, constatei que, atualmente, Tom Cruise é meu personagem de vida real preferido. Além de gatão, inteligente e rico ele também tem um dom que poucos atores norte-americanos possuem.

Quem lembra de Harrison Ford fugindo da imensa bola de pedra pelos corredores daquela caverna em Indiana Jones; Cuba Gooding Jr marcando um touch-down ao atravessar o campo com uma bola debaixo do braço em Jerry Maguire; Silvester Stallone, vivendo a vida de Rocky Balboa, se preparando para mais uma luta em que levaria tanto soco, mas tanto soco, que o adversário se cansaria e ele ganharia o combate. Alguém lembra de tudo isso?

O que todos esse atores tem em comum? Óbvio que a resposta está na ponta da língua de qualquer cidadão que possua no mínimo duas orelhas: Eles não sabem correr.

Exato. Todos fizeram famosas cenas em que seus personagens deveriam correr rapidamente, porém não alcançaram a perfeição da cena pois não sabem correr tão bem quanto nosso homageado de hoje: Tom Cruise.

Tom Cruise com certeza é o corredor mais rápido dentre os atores americanos. Em qualquer filme que ele tenha feito, existe uma cena de corrida onde ele mostra, com muita rapidez, o quão rápido consegue correr. Até mesmo em “Nascido em 4 de Julho”, onde interpreta um paralítico, Tom Cruise faz uma cena de corrida.

O problema se encontra no fato de que nunca Tom Cruise tenha feito uma cena de corrida que tivesse marcado o filme, como o pequeno Forrest fez, correndo mal e porcamente cheio de aparelhos metálicos presos em suas pernas, em Forrest Gump.

Tom Cruise é um grande corredor, veloz e astuto que não tem seu principal dom aproveitado de forma correta pelos diretores. Uma lástima.

Talvez, algum dia, alguém veja o dom deste rapaz e nos proporcione uma bela cena de correria e amor, onde Tom Cruise correrá por um lindo jardim florido de flores amarelas em camera lenta. Só que ele corre tão rápido que a camera lenta talvez pareça velocidade normal.

  • Comentários desativados em Grandes Tom’s muito Loucos de Verão

108817674679232389

Postado em

Alegria Alegria

Hoje é sexta-feira. Dia de pensarmos todos juntos na paz mundial e levantarmos a maior dúvida de todas: Por que o Kajuru fui demitido da Band?

  • Comentários desativados em 108817674679232389

Os melhores posts do mundo

Postado em 24 de junho de 2004

Esse aqui é um post antigo. Da época que eu ainda tinha cabelo e as pessoas do Orkut me amavam e idolatravam. Vamos a ele.

Mais uma história real cheia de coisas absurdas (leia somente as últimas 10 linhas caso tenha preguiça de ler todo texto)

Então ontem a noite minha mãe me avisou que hoje pela manhã eu deveria ir até o posto de saúde de meu bairro e fazer uma consulta com o médico (uns examizinhos para saber se eu estou totalmente curado da doença fulminate que me atacou há alguns dias). É claro que eu bati o pé, mostrei respeito, disse “Não!” e nem sequer esperei ela mais falar algo que me fizesse mudar de idéia.

Oras, estou de férias e ela quer me mandar pro médico? Onde já se viu.
Médico, Dentista, Urologista é lugar para se ir enquanto se está em período de trabalho. É uma forma remunerada e inteligente de faltar trampo e não levar puxão de orelha do chefe.
Então eu disse que não iria a médico nenhum e queria ver quem iria me fazer dizer o contrário. Vamos ver quem é que manda.

E, de fato, eu vi quem é que manda
Hoje, 7 horas da matina eu estava num banco gelado de um posto de saúde esperando o médico chegar. Na parede tinha um cartaz desses do governo federal que enfatizava o uso da camisinha: “Jovem, use a camisinha!” ou algo assim, ao lado deste havia o celebre cartaz das forças armadas e o alismatento militar: “Jovem, aliste-se!” ou algo assim.

A atendente? (como se chama uma mulher que fica lixando as unhas e chama seu nome para ser atendido pelo médico?). Bom, a atendente quis ser simpática (ou talvez só estivesse cumprindo seu trabalho chato de orientar as pessoas mais jovens) e começou a falar comigo (tenho que parar de abrir parênteses neste paragrafo).

— Olá jovem! Você já se alistou?
— Já sim, escapei do serviço militar por causa de um “probleminha”.

O Probleminha
Isso é verdade. Eu escapei do serviço militar por causa da lordose na minha coluna. Era uma manhã gelada e chuvosa aquela da inspeção, mas eu estava lá, meio a outros jovens, só de cueca e fazendo exercícios físicos sem sentido. O cara de farda olhou pra mim e disse: “Vai pra casa, garoto! Você tem lordose”. Eu fiquei feliz por ter lordose e não precisar ir morar longe de casa por alguns meses ou quem sabe me meter numa guerra. “Mas antes de ir embora, passa ali na frente e paga a taxa” disse o senhor de farda num último resmungo.
É isso aí, não fui para o exercíto mas precisei pagar uma taxa idiota e fazer o juramento a bandeira, no qual prometi estar a disposição de meu país caso ele fizesse uma burrada e se metesse numa guerra para defender os Estados Unidos.

Voltando ao papo com a atendente
— Oi? Você tá me ouvindo?
— Ah, desculpa! É que eu estava recordando como foi a minha inspeção militar. Deu um flashback na minha mente. Mas sobre oque nós estavamos falando mesmo?
— Eu perguntei se você já iniciou a sua vida sexual.
— Hein?
— Sua vida sexual.
— Ah, sim… masturbação conta como vida sexual?
— Conta, mas neste caso estou falando de sexo com alguma menina.
— Ah! Não. Eu sou gay.
— Gay? (disse ela espantada)
— Sim, por isso não me aceitaram no serviço militar.

Pronto, já tinha feito minha parte e sabia que a atendente não iria mais me amolar com estes papos de “Jovem, se cuida ou a casa cai!”. Por fim esperei por meia hora e o médico não chegou. Disse para a atendente que ia dar uma voltinha e respirar um “ar puro e colorido desta manhã cativante” e já voltava. Fui embora. Cheguei em casa, disse para minha mãe que deu tudo certo e eu não vou morrer ainda.

Moral da história
Minha mãe ficou feliz por eu não estar doente.
Eu fiquei feliz por não ser examinado por um médico.
A atendente ficou feliz porque eu não voltei lá.
O médico ficou feliz porque não vai precisar examinar ninguém.
As forças armadas ficaram felizes porque eu paguei a taxa.

Então, não quero influenciar ninguém mas preciso dizer, mintam sempre e todos serão felizes. Mintam na escola, no trabalho, no posto de saúde. Mintam para seus pais e para seus amigos. Mintam para seus leitores. Todos ficarão felizes.

(Aposto que você só leu as última 10 linhas deste enorme texto e agora vai ver nos comentários se alguém leu tudo e fez um resumo ou quem sabe uma resenha sobre o post. Me faça feliz e comente como se você tivesse lido tudo. Mintam para mim, obrigado!)

  • Comentários desativados em Os melhores posts do mundo

Até que enfim!

Postado em

Fiz uma comunidade no orkut. Uma comunidade só minha. Uma comunidade para pessoas que não gostam de mim. Comunidade Anti-Moskito.
Vamos lotar a comunidade e lançar milhares de tópicos no fórum, somente para falar muito mal de mim. Viva!

  • Comentários desativados em Até que enfim!

Notícias Mundiais que só acontecem em Carazinho

Postado em

Vamos conferir as notícias que viraram notícias nos principais jornais do mundo em Carazinho no Rio Grande do Sul. Aconteceu…

Animal de Palmeira das Missões vence o GP Diário da Manhã
A Égua Magical Snow, levou pouco mais que 26 segundos para completar em primeiro lugar a prova numa distância de 500 metros.

No final de semana um excelente público compareceu no Jockey Club Carazinhense para prestigiar a programação do Grande Prêmio Diário da Manhã de Turfe, disputado na maior cancha reta da América Latina. Cinco animais disputaram a finalíssima na tarde de domingo, cuja prova era numa distância de 500 metros, ou seja, de média distância. Até os 400 metros a disputa foi bastante acirrada entre os animais, mas nos metros finais a égua Magical Snow, de Palmeira das Missões se distanciou dos demais, rompendo a linha de chegada em 26,70 segundos.

O vencedor recebeu uma premiação de R$ 10 mil, sendo que de acordo com o administrador do Jockey, Clayton Vieira, o volume de apostas chegou a marca dos R$ 100 mil. O segundo lugar do GP Diário da Manhã de Turfe ficou com Ximbui, de Ibirubá; em terceiro lugar, Remuneration, de Carazinho; em quarto lugar Atiçada do Sul, de Esteio e na Quinta colocação, Radiant, também de Carazinho.

  • Comentários desativados em Notícias Mundiais que só acontecem em Carazinho

Nhaaaaa!! Axu Ki Vo Iskreve Axim Agola*

Postado em

oiE.. tauM sei la pQ vim posta! ;/ nãO tenHo nenHuma novidade eu axO! tbM neH.. xuVa i fRio! >/ ai koMu eu odEiooO isSo! ai essa seMana foi +-.. coL i tAlLs.. x)~ doMingo shOw da piTtY! nHaa ki legAu ; tauM eh isSo to seiM + okE escReve..
tAuM.. vALeu pELa ViSiTa! ;D~ dEiXo kOmEnTs pRa MiM nEhH? #)~ aHh.. vOLTi sEmPri! hOHo

  • Comentários desativados em Nhaaaaa!! Axu Ki Vo Iskreve Axim Agola*

Lembranças

Postado em 23 de junho de 2004

Tava lendo os arquivos perdidos deste blog. Passando o olho nos textos do dia 18 de novembro de 1999 achei esse post muito foda:

Caralho de asas
Recebi um e-mail do Ney Latorraca. Recebi um e-mail do Ney Latorraca. Recebi um e-mail do Ney Latorraca. Recebi um e-mail do Ney Latorraca.

**************

Caro amigo Gabriel.
Vou te contar um segredo: O Barbosa não morreu. Ele está bem vivo! Depende de uma corrente bem forte para ele voltar. Se você encabeçar uma boa campanha, ele voltará. Fale, divulgue sua volta. VOLTA! VOLTA! Abraços.

NEY LATORRACA

HAHAHA. Eu era feliz e sabia.

  • Comentários desativados em Lembranças


Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.