¿dequejeito?

108546234881754307

Postado em 25 de maio de 2004

253-352-924 (02:17) :
Olá moskito meu nome é Dave Mishoris, faço parte de um grupo de empresários europeus que estão aqui no Brasil e convidamos você para conhecer uma fantástica oportunidade de negócios. Através dela você pode atingir ganhos de 1.500,00 em tempo parcial e acima de 4 mil em tempo integral. Contudo procuramos por pessoas sérias para desenvolver uma atividade internacional a partir de suas casas. Grato por sua atenção. VEJA MAIS EM: sejarico.biz

moskito (02:18) :
Cara! teu sobrenome é deveras feio.

253-352-924 (02:18) :
Gabriel, è uma proposta séria por favor, VEJA MAIS EM: sejarico.biz

  • Comentários desativados em 108546234881754307

108545146385923846

Postado em 24 de maio de 2004

Proposta
To trabalhando na finalização de um site. Então divirtam-se com esta adorável canção (liguem um isqueiro para ouvir) e poluam meus comentários contando: Como foi o seu final de semana?

  • Comentários desativados em 108545146385923846

108526724017937384

Postado em 22 de maio de 2004

329-803-560 (20:02) :
OLA, moskito
Que tal uma RENDA EXTRA…?? VEJA MAIS EM: sejarico.biz

moskito (20:02) :
Opa, mas é claro amigão. Que tal uma chupetinha?

329-803-560 (20:02) :
Gabriel, è uma proposta séria por favor, VEJA MAIS EM: sejarico.biz

moskito (20:02) :
Você acha que eu to zoando?

329-803-560 (20:03) :
Gabriel, è uma proposta séria por favor, VEJA MAIS EM: sejarico.biz

moskito (20:03) :
Você vai ficar falando isso pra mim, porra?

329-803-560 (20:03) :
Gabriel, è uma proposta séria por favor, VEJA MAIS EM: sejarico.biz

moskito (20:03) :
Ah, meu amigo. Vai tomar no teu cu.. Nem quero mais ficar rico

329-803-560 (20:03) :
Gabriel, è uma proposta séria por favor, VEJA MAIS EM: sejarico.biz

  • Comentários desativados em 108526724017937384

Seguinte

Postado em

Se eu fosse gay, queria ser igual ao Didi.
Pronto, falei.

  • Comentários desativados em Seguinte

108522720026884528

Postado em

Novamente
Hackearam o fórum do dequejeito mais uma vez.
Foi ontem a noite ali pelas 22:00. A sorte é que eu sou bonzinho e afetuoso e não guardo rancor de ninguém. Bom, talvez de umas três ou nove pessoas, mas isso não interessa agora.

  • Comentários desativados em 108522720026884528

108518646887073097

Postado em 21 de maio de 2004

L@Gir£ (21:05) :
Vc vai na Bier sábado?
moskito (21:06) :
Oque tem lá sábado?
L@Gir£ (21:06) :
Chimarruts
moskito (21:06) :
Hã.. Chima oq?
L@Gir£ (21:06) :
Chimarruts… é reggae.
moskito (21:06) :
Acho que não, hein
L@Gir£ (21:07) :
Ki pena. Keria ti conhecer
moskito (21:06) :
Aha. =)

L@Gir£ (21:07) :
Mi passa teu celu?
moskito (21:07) :
oi?
L@Gir£ (21:08) :
O nu do teu celu
moskito (21:08) :
Não tenho celular, desculpa.
L@Gir£ (21:09) :
hum…

L@Gir£ (21:10) :
Mi manda uma foto sua?
moskito (21:10) :
Claro.

Send File…

L@Gir£ (21:10) :
Hum.. Você é engraçado
moskito (21:10) :
Como assim?
L@Gir£ (21:10) :
Tem uma cara engraçada
moskito (21:11) :
Obrigado.

L@Gir£ (21:11) :
Me da seu nu!
moskito (21:11) :
O que?
L@Gir£ (21:12) :
O nu do teu celu
moskito (21:12) :
Não tenho celular, desculpa.
L@Gir£ (21:13) :
hum…

  • Comentários desativados em 108518646887073097

108515690590440375

Postado em

Agora sim vamo vê quem me ama e quem é paunocu
Como todos sabem (deveriam saber, porra), no ínicio de junho existem duas datas muito especiais que merecem ser festejadas. Uma é o aniversário deste blog, no dia 05 de junho, e a outra é o meu aniversário, no dia 06 de junho.

Estarei fazendo um churrasquinho na minha casa, para comemorar meus 21 anos, e espero que todos meus amigos de verdade compareçam e não me magoem. Mas como sei que existe muita gente legal que mora longe, vou ser cara de pau e dar uma chance para todos.

Lista de presentes do moskito

Você, amiguinho e amiguinha, pode fazer um favor supimpa e me presentear com algum item desta lista. Ficarei contente e prometo me esforçar para te divertir por mais um ano inteirinho.
Desde já agradeço.

  • Comentários desativados em 108515690590440375

108513925143957521

Postado em

Nota mental
Quando você acordar pela manhã e notar que está num sofá desconhecido, numa casa desconhecida, não grite. Apenas pegue suas coisas e fuja, correndo, rápido.
É sempre o melhor a se fazer.

  • Comentários desativados em 108513925143957521

108507254344824626

Postado em 20 de maio de 2004

Teenage FanClub
Apesar de não conhecer muito a banda, fui assisitir o Show dos velhinhos do Teenage FanClub em São Paulo. O local do show era muito bom e o público estava bem educado, como é de se esperar num show fofinho desses.
Fiquei parte do show ao lado de Flávia Durante, que mais parecia ter um Pogobol no pé, pois não parava de pular.

O pessoal da banda é bem carismático e até eu que não conhecia bem a banda, gostei do resultado. Músicas boazinhas e afetuosas, como toda banda deve ser. Exceto as bandas malvadas.
Ao fim ainda deu pra combinar com a Flávia, a musa indie brasileira, uma visita ao Ronnie Von no seu programa na Gazeta.

Saindo do show, nos portões do Sesc, tinha um pessoal distribuindo amostras grátis de desodorantes Rexona. Então a galerinha indie alternativa toda resolveu começar a desodorizar o local, fazendo guerras de desodorante. A rua ficou mais perfurmada e algumas pessoas tiveram que ir para o hospital por terem levado jatos do spray nos olhos. Mas nada muito sério, afinal, tudo estava perfumado. Esse pessoal indie alternativo é deveras bonzinho.
E afetuoso, lógico.

Mas falando de assuntos que realmente interessam.
Eu to ainda tentando pegar a manha de escrever. Essa semana vai ser assim mesmo. Poucos posts e alguns com pouco graça. Qualquer coisa eu conto umas piadas pra vocês.

  • Comentários desativados em 108507254344824626

108498462607840291

Postado em 19 de maio de 2004

20:30
Estava na rodoviaria e o ônibus ainda não havia chegado no box, então um tiozinho barrigudo apareceu pedindo se alguém queria trocar de poltrona no ônibus, pois precisava sentar no fundo, já que havia comido muito na janta e iria certamente roncar.

“Comi um churrasco e o cara me disse que era carne de gato. Então além de roncar eu vou miar.”

Ninguém riu da pobre piadinha e o ônibus chegou. Todos subimos e adentramos nesta maravilhosa viagem rumo a São Paulo. Serão 17 horas de pura aventura e tédio. Dá até pra escrever um livro sobre isso. Mas vamos lá, a viagem é longa e eu já me acomodei em meu banco número 17.

21:00
Quinze minutinhos depois o ônibus para a janta. Mas eu já havia jantado em casa, então prefiri ficar dentro do ônibus ouvindo meu discman. O motorista me obrigou a descer pois o ônibus precisava ser limpo. Desci e fui até o restaurante. Mesmo já tendo jantado, comprei um Ruffles e uma Coca-Cola, para evitar o constrangimento.

A mina do caixa conseguiu cometer a proeza de fazer um cálculo de subtração, ao invés, da tradicional adição. Paguei R$ 1,50 por tudo (R$ 3,00 do Ruffles menos 1,50 da Coca-Cola) e fui pro ônibus.
Chegando no interior do ônibus, o tiozinho do churrasco de gato já estava roncando em sua poltrona. O ônibus então partiu do restaurante para a rodoviária da cidade em questão. Chegando lá, embarcaram mais alguns passageiros. Um cara fedendo a Carlton sentou no meu lado. Abriu sua bolsa e puxou um Mp3 Player de dentro.

Quando ele foi fechar a bolsa, dei uma boa olhada rápida e vi que ele era contrabandista, pois dentro da bolsa haviam umas 8 caixas de cigarro. Depois olhei melhor e vi que o que ele tinha era apenas um walkman paraguaio. Nada demais.
O motorista abre a porta e avisa: “Pessoal, eu sou o motorista e qualquer problema que acontecça, vocês podem bater ali na porta e me chamar. Eu só não empresto dinheiro.”. O ônibus todo riu da piada, menos eu que prefiri colocar os fones e ouvir um pouco de Elliott Smith.

Antes que eu ligasse o aúdio, ainda deu tempo de ouvir o motorista falar: “Daqui até Curitiba são 8 horas. Boa viagem”

Como assim?
Eu to indo pra São Paulo, porra!
nem deu tempo para reclamar. O motorista fechou a porta, voltou para sua cabine, desligou as luzes e deu a partida. Fiquei no escuro com a dúvida: “Embarquei no ônibus certo ou errado?”
Resolvi me acalmar e tentar dormir. A viagem está apenas começando e de quebra, acabo de descobrir que o aparelho do contrabandista é só um radinho de pilha.
O tiinhozinho lá na frente continua a roncar.

2:00
Lá na frente do ônibus tem um mostrador digital que indica as horas, a temperatura, e, quando alguém entra n banheiro, fica piscando uma mensagem “WC OCUPADO”. Só que essa mensagem já ta piscando há mais de duas horas e eu acho que ninguém tá no banheiro.
Eu já tava aflito mas uma senhora mais aflita do que eu foi avisar o motorista que parou o ônibus e resolveu o problema do banheiro, dando chutes na porta.Nada melhor do que a tecnologia.
O indicador do WC OCUPDo parou de piscar e garantiu a noite de sono de todas as pessoas aflitas do ônibus.

4:00
Rolou um lanche supimpa da madrugada. Todos os passageiros desceram do ônibus, exceto o tiozinho lá da frente que continuou roncando em sua poltrona. O contrabandista desceu, só que ao invés de comer, prefiriu apenas fumar.
Depois de tomar um Toddynho, voltei para o ônibus e dormi.

7:00
Acordei pela manhã, quando o ônibus chgou a Curitiba e a maioria dos passageiros desembarcou, exceto o contrabandista que nesse momento estava conversando comuma menina Wicca do banco de trás, e o tiozinho que continuou roncando lá na frente.

Comecei a prestar atenção nos papos do contrabandista e a mina wicca. Ele ta tentando dar migué nela e ela ta notando que ele é um idiota.

— Oque você gosta de fazer? Balada, fumar, música?
— Gosto de ler
— Que tipo de livro?
— Filosofia
— Ah! Eu tenho um livro de filosofia aqui
— É?
— ó Só
(mostrando para ela um livro de auto-ajuda)

Depois o contrabandista resolveu mentir que era cartunista e queria fazer uma caricatura dela. Ela não aceitou então ele tentou puxar um assunto deveras interessante com ela.

— Você acredita em Deus?
— Eu sou agnóstica.
— Oi?
— Agnóstica.
— Não entendi.
— Agnóstica.

Ele se virou pra frente e resolveu dormir, visto que não sabia o significado de tal palavra e por isso, não conseguiria conversar com ela.

13:00
Depois de uma longa viagem até São Paulo é chegada a hora do desembarque. todos os passageiros saem e eu fiquei por último. Lá na frente o tiozinho gordo estava roncando, dei uns tapinhas no seu ombro e ele logo acordou.

— Opa, tio! Chegamos.
— Já? Foi tão rápido, nem notei.
— Já sim.
— Eu ronquei?
— Um pouquinho só.
— E miei?
— Não.
— Ah! Então tá bom.

  • Comentários desativados em 108498462607840291


Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.