¿dequejeito?

108192128279143042

Postado em 14 de abril de 2004

Antes do post
Parece-me que, pelas regras, é obrigatório linkar a página de votos do Toplog para que eu não seja desclassificado do prêmio. Então ta aí:
Votar no ¿dequejeito?

Lembro da última vez que fui ao cinema.
Thiago e Rafael Capanema, Rui, eu e a Juliana fomos assisitr, numa sessão das 16:00, o filme Peter Pan. A sala estava lotada de crianças com 4 ou 5 aninhos e suas mães felizes.

Totalmente broxante, pois descobrimos que o filme era dublado e que na dublagem os caras tiraram a trilha sonora original, isto é, a canção do Coldplay não iria tocar e nossa ida ao cinema não havia valido de nada. Então começamos a zoar. Enquanto uns dormiam, outros faziam comentários que deixavam as mães das criancinhas de orelhas em pé.

— Bah, como a sininho ta gostosinha, né?
— Ahã! Eu pegava. Amarradão.

— Ih! ó lá! O guri quer voar..
— Aposto que tomou LSD.

Mas o ponto alto do filme foi o seu final, quando Rafael Capanema conseguiu fazer com que todas as crianças do ambiente ficassem chocadas com sua malvadeza. A narradora do filme terminava a história:

“E assim nossa linda história acaba. A história sobre um menino doce e meigo. Um menino que jamais cresceu. Um menino chamado…”

Nesse momento Rafael Capanema grita: Michael Jackson!
Foi o suficiente pra fazer a criançada toda começar a chorar.

  • Comentários desativados em 108192128279143042

108185484874664769

Postado em 13 de abril de 2004

Seguinte, chefia.
To disputando lá no TopLog, na categoria Entretenimento, o prêmio de melhor site. Toplog é uma espécie de prêmio iBest direcionado aos mais alternativos e que não levam tão a sério esse lance de ganhar milhões.

Pelo o que li nas regras, o primeiro colocado da categoria geral leva pra casa R$ 150,00. Só que esse tá longe: No geral o site mais votado já tem dois mil votos, e o concurso acaba dia 22 deste mês.

Praticamente impossível do ¿dequejeito? levar essa grana, mesmo tendo a [wanne] e milhares de outros visitantes loucos que perdem seu tempo votando em concursos na internet.

Então, esse mês fica só de teste mesmo. Agradeço a todo mundo que votou e se quiserem votar mais, agradeço também. Porque ainda temos grandes chances de ficar em 1º lugar da categoria Entretenimento. (só faltam 200 votos).

Mas em maio. quando iniciar a próxima edição do prêmio, vou pedir a ajuda de todo mundo novamente. E já faço aqui minha promessa de campanha: Se ganhar os 150 pila por ser o site mais votado, darei entrada nas tão sonhadas camisetas do ¿dequejeito?. Que, por sinal, já estão prontas, só falta a grana pra confeccionar.

xP

Não é uma beleza? O desenho da estampa é obra do meu namorado virtual e futuro amigo de buteco André Dahmer, criador dos fabulosos e milionários contratados do terra: Malvados.

  • Comentários desativados em 108185484874664769

108185191774889036

Postado em

Hoje é o dia do beijo
Passe essa mensagem para todos da caixa de comentário abaixo.
Quem te devolver quer te beijar.

  • Comentários desativados em 108185191774889036

108177096616069789

Postado em 12 de abril de 2004

Notícias Mundiais que só acontecem em Carazinho
Vamos conferir as notícias que viraram notícias nos principais jornais do mundo em Carazinho no Rio Grande do Sul. Aconteceu…

Inaugurado o calçamento da rua principal em Pinheiro Marcado
O prefeito, Alexandre Goellner, inaugurou, na manhã dessa quinta feira, a pavimentação da rua Antônio Veríssimo da Fonseca, considerada a principal, do distrito de Pinheiro Marcado. De acordo com o prefeito foram quase 600 metros de área pavimentada com paralelepípedo.
Para o prefeito, Alexandre Goellner, esta obra significa o primeiro passo para as demais melhorias na localidade.

“Iniciamos as obras pela rua principal, uma vez que nela se encontram o pavilhão, a igreja e a escola da comunidade. Temos um projeto para o futuro e a seguinte rua a receber o calçamento deverá ser a Juvenal Moraes”

Depois da inauguração, o prefeito e alguns moradores da localidade caminharam no calçamento.

  • Comentários desativados em 108177096616069789

108175979673031799

Postado em
UMA ESMOLINHA AÍ, DOTÔ?
  • Comentários desativados em 108175979673031799

108173348038301421

Postado em 11 de abril de 2004

A morte
Falando em nascimento de Jesus, lembrei hoje de um dialogo que eu ouvi. Eu gosto de ficar atento a tudo que as pessoas estão falando. Eu nem preciso estar no assunto, no meio da conversa, eu me meto só pra ouvir e memorizar tudo, aí então postar no blog.
Se eu vejo uma cena engraçada eu já imagino: Bah! Legal, vou postar no blog. Acho que to viciado nisso.

Mas então: Tinha uma menina, que até é visitante deste blog. Ela tava numa mesa ao lado da minha numa dessas sexta-feiras deste Brasilzão de meu Deus, e eu ali, bicando tudo e anotando mentalmente.

— Ain, cara! Saca que to viva, né.
— Só, gata.
— Issaê! Sabes que só uma coisa está me mantendo viva?
— Pô. O que é, gata?
— A vontade de viver, cara.

É, escrevendo assim não tem muita graça. Mas na hora eu ri.
E teve outra amiga que tava contando uma história sobre suas bebedeiras da vida. Ela é bem baixinha e tal, e eu já tava meio chapado, e ela contando, contando…

— E teve uma noite que eu sai. Voltei pra casa altinha, altinha de bebada…
— Peraê!
— Oque foi?
— Nada não. Estava aqui pensando.
— Pensando no que, po?
— Assim, vocês já notaram que uma empadinha e um quindim tem diferença? Eu sempre pensei que fosse a mesma coisa.

  • Comentários desativados em 108173348038301421

108167058528635101

Postado em

Mudando os conceitos
Atenção: Este texto é deveras longo. Então se você não gosta de textos longos pode pular diretamente para o paragrafo final, onde consta um resumo bem explicativo sobre este.

Eu to devendo textos pra mulecada. Não que eu ache que tenho alguma obrigação de escrever alguma coisa para vocês, bando de leitores fanáticos que gostam de suco de pêssego, mas também não é justo que eu fique tanto tempo sem escrever. Oras, preciso trabalhar minha escrita, treinar minha opinião, inflar meu ego vendo 600 comentários em cada texto sem sentido.

Então vamos lá. As coisas estão mudando. De bloguinho diário isso aqui vai virar um grande portal legalzão que terá como página principal um bloguinho diário. Bom, pode parecer que não, mas tem diferença. Por isso vou ter que começar a escrever de verdade senão nunca vou ganhar dinheiro com meus textinhos engraçados. Não que eu queira o dinheiro. Só a fama e as japonesas groupies já me satisfazem. Mesmo que algumas japonesas me deixem solitário e confuso as vezes. Elas tem orelhas e isso já me deixa feliz.

O desafio é conseguir falar sobre qualquer assunto, de forma engraçada e bem culta (ou curta, não tem tanta diferença) com sacadas sarcásticas e ao fim uma piadinha nonsense que deixa todo mudo puto comigo mas mesmo assim puxam meu saco.

É nóis. Vou abrir a página de notícias do terra e pegar a primeira manchete que aparecer na tela. Farei um textinho legal sobre.

Tom Hanks diz que já cometeu crime
O rosto angelical de Tom Hanks, 47 anos, engana. O ator norte-americano conta, entrevista à revista Veja desta semana, que já cometeu um crime. Ele foi pego em flagrante roubando barras de chocolate num supermercado para atrair a atenção dos amigos. “Passei pela maior humilhação da minha infância. Fiquei tão traumatizado que nunca mais fiz nada parecido”, disse.

Porra! Que tipo de notícia é essa? Rosto angelical? Revista Veja?
Bom, mas voltando ao assunto. Quem nunca roubou alguma coisinha? Roubar, dependendo do que, e a situação, pode até ser legal.

Lembro de uma tentativa frustrada de roubar um cone de estacionamento. Algumas pessoas viram e eu e meu companheiro de roubo, John, tivemos que devolver o dito cujo. Roubar coisas pequenas é tão comum que nem ficam na memória como um “furto” em si. Tantas vezes já roubei chocolates no supermercado, caixas de lápis de cor, pequenos brinquedos, picolés, desinfetante multi-uso. E tantas outras vezes já roubei bens mais valiosos como agendas eletrônicas, revistas, Cds, Dvds, aparelhos televisores e uma vez, só uma vez, um toca fita de carro.

Aliás, to lendo o livro: As histórias do Analista de Bagé, de Luís Fernando Veríssimo, o qual eu roubei de uma biblioteca. Tem todos os carimbos nele. Qualquer dia eu escaneio e mostro pra vocês.

Mas deixa eu parar por aqui. Eu havia escrito que comentaria uma notícia e daria opinião. E o que eu to fazendo? To fazendo um texto diárinho que não importa a ninguém. Bom, talvez importe pra uma meia duzia de pessoas, ou mais.

Mas e o Tom Hanks? Ah sim, o cara do rosto angelical que roubou chocolates para se exibir para os amigos. Tomanocu! Roubar eu até acho aceitável, mas ficar por aí se exibindo pro amiguinhos marombados é coisa que eu não tolero. Ele mereceu passar por tal humilhação na infância e deveria passar por outras tantas humilhações só pra aprender a trabalhar direito.

Lembram daquele filme que ele compra uma casa que ta toda acabada? A casa ta desmontando completamente e ele briga com a recém esposa e se fode todo por causa da casa? Pois é. Puta filme ruim.
Na verdade nem é o filme que é ruim. O que fode é o dublador do Tom Hanks. Puta voz enjoada e sem carisma. O dublador parece que tá com o nariz trancado e faz o telespectador perder todo interesse pelo filme. Este mesmo dublador, que faz a voz do Tom Hanks, também dublou aquele cara chato dos Caça-Fantasmas. Um mané que era dono do museu e queria dar a bundinha pro espírito malvado que habitava o quadro gigante.

Não eu não fumo maconha. Eu to falando sério, pô!
Nem sei como esse tipo de pessoa consegue um emprego deste, onde a expressão vocal é muito importante. O que eles pensam que nós somos? Temos o direito de ouvir vozes legais em nossos filmes. Como a voz do Falcão (Rocky Balboa) e da Olivia Palito gritando “Popeye”. Mas não! Num filme tão fabuloso quanto os Caça-Fantasmas, colocam os dubladores mais chulés do mundo.

Mas os caça fantasmas são gente boa e usaram a estátua da liberdade para vencer o mal. Viva os Estados Unidos.

  • Comentários desativados em 108167058528635101

108144610565325059

Postado em 8 de abril de 2004

E eu não morri.

  • Comentários desativados em 108144610565325059

108130643161137301

Postado em 6 de abril de 2004

Dica do John
Alguma vez você já ouviu alguma música e achou muito parecida com alguma de outra banda? Pois é. E alguma vez você já ouviu uma música e achou muito parecida com uma música desta mesma banda?

Pois o Nickelback se superou, chutou o baldino da incompetência e conseguiu fabricar duas melodias idênticas. Chega a ser tão constrangedor quanto ouvir a Solange cantando no Faustão.

Então uma galerinha do mal pegou as duas músicas que são iguais e as uniu num só arquivo de áudio, tocando uma música em cada canal.

Nickelback – How You Remind Me Of Someday

Ouçam. É apavorante a falta de criatividade das crianças.

  • Comentários desativados em 108130643161137301

108130534501630527

Postado em

Estimado Sr. Moskito:

Gostaríamos de comunicar que o nosso último e-mail foi uma “pegadinha”de 1. de abril. Sentimos muito por você ter ficado “p”da vida com tudo isto, mas a vida é assim.
Você tira o sarro de todos e nós tiramos o seu sarro!!!

Um abraço por traz muleque!!!

Nós que visitamos o seu site

Nossa! Eu nem imaginei isso. Eu cai nesta pegadinha sacana destas pessoinhas carismáticas, meu Deus. Como eu sou burro.
Abraço, galerinha do mal.

  • Comentários desativados em 108130534501630527


Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.