¿dequejeito?

Mais uma caseira

Postado em 30 de agosto de 2003

Projeto Paralelo número 3 – The Glutens
Me envolvi em outro projeto musical paralelo e alternativo. Este um pouco mais ousado, pois além de tocar meu violão esgualepado, também faço letras. Claro, nada seria possível sem a musicalidade e os passos de break ensaiados de Juliana Kataoka, a vocalista do The Glutens.

Abaixo segue a letra da nossa primeira canção.

Eu queria pegar da tua gripe se fosse o caso
Eu queria estar contigo
Pegar da tua gripe se fosse o caso
Eu não sei escrever canções
Mas queria muito ser contaminado
Você está morrendo agora
E eu estou aqui, tão distante
Eu querio estar contigo
Mas não posso fazer nada
Atchim!
Faça oque fizer, não fale nada
Só respire perto de mim

E para baixar o mp3 desta coisa meiga e fenfafional basta clicar aqui ou aqui. E se não der certo, pode clicar aqui.
Nos ajude, faça um dueto feliz.

  • Comentários desativados em Mais uma caseira

106221810379357983

Postado em

true to myself
— Ae, moskito! Tá ligado naquela música do CATRUBITCHUPI?
— Oque???
— Aquele reggaezinho. CATRUBITCHUPI!!!
— Porra, não conheço.
— Como não? É sucesso nas rádios.
— Eu não conheço. Nunca ouvi.
— CATRUBITCHUPI, cara! Do Ziggy Marley
— Pô, não sei. Canta ela aí.
CATRUBITCHUPI OH MAI SÉLF…

Lamentável.

  • Comentários desativados em 106221810379357983

106217559597920622

Postado em 29 de agosto de 2003

Lançamento
Com muito orgulho, esforço e satisfação que lhes apresento a minha genial idéia. Criei dois personagens, com traços simples, num ambiente branco e envolvendo situações nunca antes vistas por ninguém.
Eles são…

OS GRAVETOS

Eu não sou mesmo um cara deveras criativo?
Claro que não, porra!
O fato é que o Getibocosb (Grupo de Ética e Bons Costumes nos Blogs) descobriu um cópia paraguaia da fabulosa série de tirinhas Os Malvados. Com o mesmo sistema de página, mesma situações e com muito menos carisma do que os girassóis.
Produto Original – Yo soy la garantia!

  • Comentários desativados em 106217559597920622

106216493108096332

Postado em

Coé, gacta!
Então tinha uma menina, famosa e tal, eu tava tentando me aproximar. Mandei coisas de fã para ela, mensagens no celular, emails e todo o tipo de coisa que desse vantagens em conseguir uma resposta dela, nem que fosse um simples “obrigado, você é legal”.
Mas ela não dava a esperada resposta.
Catei ela no ICQ, mandei mensagens, ela respondia sem vontade.
“Oi”, “tchau”.

Então um dia arranjei um emprego, web designer.
E na primeira semana já fiquei na responsa de entregar um site pronto.
Trabalhava em casa, madrugadas.
Numa noite de total desespero recebo um “oi, tudo bem?”. Era ela. Me enviando uma mensagem sem que eu a forçasse a isso. Expliquei o meu desespero e ela disse: “fodam-se todos, faz a bagaça na moral”.
Deu certo.

A Copa do Mundo havia chegado, jogos na madrugada, ela me fazia companhia na internet enquanto assistiamos os jogos. A Copa acabou, Brasil campeão, e o aniversário dela chegou.
Mandei um presente pra ela, ela gostou.
Viramos amigos, mantemos uns blogs por aí, cantamos na mesma banda e ficamos nos molhando na chuva para manter a moral frente aos outros.

Consegui o que eu queria, a amizade dela.
Mesmo sabendo que ela só é minha amiga porque ela não tinha mais ninguém no ICQ pra conversar naquelas horas, sabendo que eu comprei a amizade dela com um presente de aniversário. Ela é minha amiga.

Parabéns boo!

Mas esse ano você não vai ter meu presente.
É a minha vingança.

  • Comentários desativados em 106216493108096332

106215982661683965

Postado em
Alegria Alegria!


Hoje é sexta-feira! Dia de tomá uma ceva e fumar unzito!! Salve Jorge Ben, Bezerra da Silva e todos manos da cela 602: A.D, J.P, C.H, Zé Roela, R.R e Mano Foice.

  • Comentários desativados em 106215982661683965

106208418308280664

Postado em 28 de agosto de 2003

Porra!
Eu nem lembrava que eu tinha um blog pra administrar…
Já tá na hora de voltarmos ao estado normal e escrever 17 posts engraçadinhos por dia. Mas agora não.
Agora irei almoçar.

  • Comentários desativados em 106208418308280664

106195499911882930

Postado em 27 de agosto de 2003

Pelamordedeus
Alguém pode me dizer de que lado que tá Marte, porque to desde as 22:00 procurando e ainda não achei. “Estrela de brilho avermelhado” é o caralho. Já contei no mínimo umas 3 dessas.
E não me digam que Marte está perto da Lua, porque também não encontrei a Lua no céu.
Tá mais fácil foguete explodir no Maranhão do que eu achar Marte no céu.

UPDATE:
Já achei o planeta vermelho. Ele está no centro do céu. E também descobri que os outros dois pontos vermelhos no céu eram luzes de uma antena.

  • Comentários desativados em 106195499911882930

106194953656242457

Postado em 26 de agosto de 2003

depois da ilustre presenca de ALINE MORAES, mais conhecida como a lesbica da novela, a melhor parte do vmb foi a lacraia fazendo charminho “o importante e’ ser voce, mesmo que seja bizarrot” chamando a pitty.

porque “i’ve had enough of it and i dont care” e’ a cabeca do saco do marco. seria do meu, se eu tivesse.

MENDIGA!
QUEM VOCE E’ MENDIGA!

(obrigada, tonho.)

  • Comentários desativados em 106194953656242457

106185335358250235

Postado em 25 de agosto de 2003

Pesquisa séria
Se um amigo seu está tomando refrigerante de latinha, usando um canudinho para sugar o líquido, e ele lhe oferece um gole.

Você toma o refrigerante usando o mesmo canudinho?
( ) Sim
( ) Não
( ) Talvez
( ) Oque é isso? O Guru do Gugu?

É que eu sempre tomei. Então só quero saber se eu sou um nojento compartilhador de saliva ou se ta tudo muito bem, afinal, todo mundo faz isso.

  • Comentários desativados em 106185335358250235

106177883125596805

Postado em 24 de agosto de 2003

Encontrei uma amiga na rua. Ela estava dando aquela famosa caminhada para quem sabe parecer mais bonita. Usando uma calça legging justinha, um top minusculo e um moleton amarrado na cintura. E eu tive a manha de perguntar:

“Tudo isso é frio na bunda ou você ta escondendo algo?”

E eu que me pergunto porque as pessoas não gostam de mim.

  • Comentários desativados em 106177883125596805


Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.