¿dequejeito?

105926015928597317

Postado em 26 de julho de 2003

Lucas Lucca Silva e Silva
O dia nublado e frio mas eu estava lá sentado no banco da praça (á que não se pode mais andar de skate na cidade). Então eu estava lá no banco, quando vi um senhor de uns 80 ou 90 anos caminhando lentamente em minha direção. Eu pensei que ele ia sentar ao meu lado para descançar da cansativa caminhada que havia feito, mas ele veio, e veio e parou na minha frente. Como um bom morador de cidade interiorana o velho abriu um sorriso, passou a mão na testa e me perguntou:

— Qual o seu sobrenome?
— Hã?
— Qual o seu sobrenome?
— Ah! É “Lucca”.
— Como?
— Lucca!
— Rapaz, estou lhe pedindo o sobrenome e não o nome.
— Mas é o meu sobrenome. Lucca.
— É seu sobrenome?
— Sim. Lucca é o meu sobrenome.
— Que estranho. Na minha época Lucas era um nome e não um sobrenome.
— É Lucca, porra. Lucca!
— Ah! Então é Lucca…
— Sim!
— Mas que estranho seu nome não
— Porque?
— Oras, É difícil encontrar alguém chamado Lucas Lucca. É até complicado de falar.
— O meu nome não é Lucas, pô?!
— Mas foi você que disse que era.
— Não, não é.
— Tá bom, vou me embora. Estou vendo que você gosta de complicar as coisas. Nem para me dizer o seu sobrenome você foi capaz.
— Mas eu disse.
— Tá bom, tá bom… No dia que você quiser me contar qual é o seu sobrenome eu volto. Tchau Lucas!

E lá se foi o senhor idoso caminhando pela praça.
Lamentável.

  • Comentários desativados em 105926015928597317

105918898652139119

Postado em

A ?dequejeito corporaciones? e ::Utopia Dilucular Co. Ent. S/A:: tem orgulho de apresentar a mais nova sensação da molecada, o novo hype do verão, a nova onda.
São os Mini Blogstars da Estrela® que chegaram na Blogolândia importados do Paraguai e a criançada vai se amarrar. E o primeiro da coleção que apareceu foi o Mini Revoltadinho da Estrela®.
Esqueça tudo oque você sabe sobre Pokemons ou Tamagochis. O Mini Revoltadinho é o seu novo bichinho virtual.

Clique no peito para fazê-lo dormir

Cuidado:
Este brinquedo pode causar convulsões em crianças idiotas.

  • Comentários desativados em 105918898652139119

105916722935126342

Postado em 25 de julho de 2003

Alegria Alegria!

Hoje é sexta-feira! Dia de TUCEFU!
Saudemos ao gnomo verde fumando crake dançador de… de… hmm… Porra! Oque esse puto tá dançando?

  • Comentários desativados em 105916722935126342

105910345297122010

Postado em

O capitalismo contra-ataca
Agora o ?dequejeito? – porra, o blogger não ta mais permitindo fazer o ponto de interrogação virado – tem uma loja virtual, conselho do JL, que pode ser acessada na “barra de topo” que está localizada no topo do blog, clicando na opção “xóps“. Como é uma coisa bem recente, temos poucos produtos na loja.
Outro ponto negativo é a garantia: não temos um bom sistema de compras e por isso nossos produtos não tem garantia de entrega e de qualidade, porém basta vocês acreditarem em mim e comprarem os produtos.
Eu já menti alguma vez pra vocês? Já?
Então acessem agora mesmo a loja virtual e boas compras.

  • Comentários desativados em 105910345297122010

105909818423732361

Postado em 24 de julho de 2003

Skate, Polícia, Prefeitura e Putas
Hoje fui até a praça central da cidade munido do meu skate. Tudo muito bonito, vários skatistas andando nas calçadas, quebrando os bens públicos e atrplenado os idosos, até que chegou um senhor mostrando um crachá da prefeitura municipal. Ele havia recebido ordens para recolher todos os skates que estivessem na calçada e avisou que estes ficariam guardados na delegacia de polícia e para retirá-los deveria ser pago uma multa de 88 reais.
É claro que o pau comeu solto na praça e ninguém deixou o fiscal levar os skates. Pronto, virou caso de polícia.

Os polícias chegaram com aquela pose de malandro e não pensaram muito pra começarem a dar tapão na nuca da molecada.

— Ae moleque! Qual teu nome?
— É Felipe, senhor.
— Qual o nome e sobrenome do teu pai?
— É Gelson Oliveira, senhor.
— Grandes merdas, guri! (slapft na nuca)
— Desculpa, senhor… (guri chorando)

— Ae moleque, Qual teu nome?
— É Thiago De Carli, senhor.
— Ah! De Carli é? Filho do Adamastor?
— Sim, isso mesmo.
— Ah. Então vai pra casa vai.

Como eu não tenho um sobrenome influente na cidade e sou considerado maior de idade, fiquei na minha e não dei muito papo pra nenhum dos homens de farda.
É claro que novamente ninguém deixou o skate ser confiscado e acabamos todos indo visitar a delegacia de polícia onde o conselho tutelar já estava nos esperando para dar as devidas “mijadas”.
Sentamos num banco de ferro gelado e sem pintura, nele havia ou algema pendurada. Pronto, vamos brincar de bandido. Escolhemos o menor entre nós, o Felipe (aquele que tomou tapão dos polícias) e colocamos a algemas nele, só de brincadeira.
Triste fato foi receber a notícia do policial, que aquela algema não tinha chave e o guri iria ter que permanecer algemado até encontrarem uma solução. Bom, mas isso não vem ao caso agora.

Como todo skatista é folgado, brigamos denovo e dae a situação virou caso de prefeitura. Fomos, escoltados, falar com o secretário do trânsito da cidade que, descobrimos quando chegamos lá, era uma mulher.
Ela parecia aquelas tias de escola de ensino fundamental, com um largo sorriso no rosto e tentando nos convencer que andar de skate nas ruas e calçadas é contra a lei e algum pedestre pode se machucar.

Novamente brigamos e fizemos uma reunião a portas fechadas com alguns integrantes da prefeitura: o faxineiro, a moça do café e um carinha que só tava lá pra arrumar o encanamento. Estes decidiram por chamar o secretário de obras da cidade que estava em casa, no conforto do lar, mas prometeu chegar na prefeitura em 2 minutos.

45 minutos depois o secretário de obras chegou lá todo desarrumado, de chinelo havaianas e boné virado na cabeça, mas conversou na boa e prometeu que daqui há uns 3 anos teremos uma pista de skate de qualidade na cidade, enquanto isso teremos que esperar em casa, sem poder andar de skate nas calçadas ou nas ruas, pois lei é lei.

Todos ficamos conformados com a situação precária e acabamos aceitando nossa condição de skatistas pobres e de cabelos podres. A secretária do trânsito nos levou até a porta da prefeitura onde os polícias deveriam estar nos aguardando para nos levar novamente para delegacia e nos prender em celas úmidas com bandidos de alto nível. Deveriam…
Acontece que, acho eu, os polícias foram comer rosquinhas pois não estavam nos esperando na frente do prefeitura. Como nada podia ser feito e o horário de expediente da prefeitura já havia acabado há muito tempo, a secretária do trânsito deixou nós irmos para nossas casas com nossos skates.

Claro, todos fomos direto para casa, menos o pequeno Felipe que ficou algemado na delegacia. Coitado.

  • Comentários desativados em 105909818423732361

105902670840611310

Postado em

Esse ae na foto é o mirabolante repórter policial Thiago Fialho com uma peruca tosca e tentando se parecer comigo.
Bom, como um bom causador de polêmica eu contratei o Thiago para fazer uma entrevista comigo, na qual eu escolhi as perguntas e respondi todas de uma maneira polêmica.
É claro que ele vai dizer que isso é mentira, que foi uma entrevista séria.

Mas vocês vão acreditar em quem? Em mim, que sempre digo a verdade ou num cara que usa uma peruca monstruosa pra tentar ficar parecido com blogueiros?
A entrevista completa pode ser lida aqui ou aqui.

  • Comentários desativados em 105902670840611310

105901717610530300

Postado em

Caraleo!
Eu tava assistindo o jogo do Brasil x EUA na Copa Ouro, todo empolgado e me preparando para fazer inumeras piadinhas com o comentarista Benjamin. Aos 26 minutos do 1º tempo eu decidi entrar na internet e ficar acompanhando o jogo assim, meio de canto, com a TV ligada ao fundo.
Entrei no site do Terra como sempre faço e me deparo com a seguinte notícia:

No sufoco, Brasil mata os EUA e vai à final da Copa de Ouro
O Brasil venceu os Estados Unidos na morte súbita na noite desta quarta-feira, no estádio Orange Bowl em Miami, e se classificou para a final da Copa de Ouro. Diego fez o gol de ouro aos 9min do primeiro tempo.
No tempo normal, houve empate por 1 a 1. Os americanos abriram o placar aos 17min com Bocanegra, e Kaká, no sufoco, empatou aos 44min.

Isto é, nem pra transmitir a merda de um jogo de futebol o SBT consegue ser competente. Milhares de pessoas nesse momento pensam que estão acompanhando o jogo ao vivo quando que ele já terminou faz mó tempão.
Toda a magia do jogo foi pro espaço. Imagine as pobres pessoas acreditando no SBT sem saber que o Brasil já ta na final.

Se você conhece alguém que está vendo o jogo, ou verá algum próximo jogo da Copa Ouro, por favor, não avise que é uma marmelada do SBT. Deixe a pessoa assistindo o jogo e pensando que ele está sendo transmitido ao vivo. É o mínimo que você pode fazer para proporcionar um pouco de emoção ao próximo, já que o SBT não consegue fazer isso.

Agora com licença que eu vou ali na sala assistir o jogo com meu pai, que não sabe de nada da falcatrua do SBT, e quem sabe fazer uma apostinha. Vou me dar bem.

  • Comentários desativados em 105901717610530300

105899252941998600

Postado em 23 de julho de 2003

Perguntas
Estou interessado em praticar este esporte, mas me vi impossibilitado. É que aqui no meu quarto eu possuo um BELICHE, e já na primeira tentativa de SPIN JUMP eu lasquei a cabeça na cama de cima. O tapete debaixo da minha cadeira também atrapalha, fazendo a propulsão inicial perder força em função do deslize.
Pergunta: existem academias que ensinam o tal esporte? Existe algum personal trainner disso?

Vincent Vega

Na verdade, como vocês podem ver no vídeo do post anterior, nada pode atrapalhar um bom salto. Nem o beliche nem o tapete podem interferir na manobra, pois tudo está em sua mente e não nos obstáculos. Estes itens que você pensa que atrapalham só ajudam. Recomendo que você tente um switch flip to chair para desviar a nuca do beliche.
Também não posso deixar de alertar quanto ao material protetor para a prática do esporte. Use sempre o capacete e as pantufas anti-derrapantes quando for fazer um salto.

Capacete para proteção do crânio e Pantufa anti-derrapante*

Até o momento não tomei conhecimento de nenhuma Academia que possibilite esta modalidade de esporte. Boa sorte nos seus saltos.

* o tamanho dos equipamentos de proteção neste post não correspondem com a realidade.

  • Comentários desativados em 105899252941998600

105893052736333164

Postado em

O blog ta meio parado?
Sim, eu sei que tá. Bom, vamos ver qual é o motivo…
É, já sei. É porque eu não to fazendo nada durante as férias. To acordando as 17:00 todo dia e não sobra tempo pra ter uma vida engraçada pra contar pra vocês fatos que acontecem comigo.
Hoje, por exemplo, a única coisa que eu fiz foi arrumar o quarto e gravar um vídeo. Oque de engraçado eu posso tirar numa arrumação de quarto? Lógico que nada.
Eu limpei as gavetas e joguei fora a papelada antiga, achei algumas coisas perdidas (um cartão telefônico de 30 unidades e um chokito) e matei alguns insetos que estavam habitando os armários.

Então eu pensei: “Porra, como eu sou um sujeito sem graça. Vou fazer um vídeo super-engraçado e colocar no blog. Vai ser um estouro”.
Mas além de ser um sujeito sem graça eu também sou um cara deveras burro pois demorei 3 horas fazendo um vídeo e ele ficou totalmente desengraçado. Uma merda.

?dequejeito corporaciones? apresenta:
Os Vídeos mais Fenfafionais do Mundo Todo

Um vídeo educacional sem sentido que não presta pra nada, é podre e não vai ajudar em nada a sua pacata vida. Não vale a pena assistir, a não ser que você queira ser um adepto deste esporte mortal: o salto em cadeira.

E não vale a pena baixar.
Mas amanhã, se não estiver muito frio, eu vou sair e vou até a praça central e vou sentar num banco, então coisas engraçadas começarão a acontecer na minha frente e eu vou anotar tudo pra postar aqui. Vai ser um estouro.

  • Comentários desativados em 105893052736333164

105884526277394083

Postado em 22 de julho de 2003

Eu não gosto de me achar fodão.
Mas vejam só que belezura de casca de laranja.

Fui eu que descasquei.

  • Comentários desativados em 105884526277394083


Este é o blog de Gabriel Von Doscht, um rico empresário que largou tudo para se dedicar ao seu verdadeiro dom: fazer pulseirinhas.